quinta-feira, 21 de julho de 2022

Auxílio Brasil: veja quem tem direito e como receber o benefício

 


O Auxílio Brasil de julho começou a ser pago nesta semana para 18,13 milhões de famílias. O valor médio do benefício neste mês será de R$ 408,80 – com mínimo de R$ 400 por família.

Além do benefício principal, o programa que substituiu o Bolsa Família conta com rendas complementares que variam de acordo com os perfis das famílias, como a Bolsa Esporte Escolar, a Bolsa de Iniciação Científica e a Inclusão Produtiva Rural.

A Caixa Econômica Federal fará os pagamentos para os beneficiários até dia 29 – o gasto com a folha de pagamento de julho vai ser de R$ 7,3 bilhões, segundo Ministério da Cidadania.

Os pagamentos seguem o calendário habitual do extinto Bolsa Família, sempre nos dez últimos dias úteis e seguindo a ordem do número final do NIS. Mas as datas de pagamento do benefício podem mudar a partir de agosto.

600 reais

O Auxílio Brasil de R$ 600, aprovado pelo Congresso, vai ser pago a partir de agosto, assim como a inclusão de novas famílias no programa.

O que não se sabe ainda é se o calendário do programa será alterado. Existe a possibilidade de o governo adiantar os pagamentos, iniciando a nova rodada de depósitos a partir de 9 de agosto e não mais nos dez últimos dias úteis do mês.

Direito

Podem participar do Auxílio Brasil as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham gestantes, mães que amamentam, crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de zero a R$ 100,00 (cem reais). As famílias pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de R$ 100,01 (cem reais e um centavo) a R$ 200,00 (duzentos reais).

Para se candidatar ao Programa é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e tenha atualizado seus dados cadastrais nos últimos 2 anos. Caso atender aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Auxílio Brasil na prefeitura de sua cidade para realizar o cadastramento no Cadastro Único.

O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica a entrada imediata da família no Programa. Mensalmente, o Ministério da Cidadania seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

Requisitos

— Estar cadastrado, pela prefeitura, no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal;

— Ser selecionado pelo Ministério da Cidadania;

— Estar em situação de pobreza ou de extrema pobreza. Para as famílias em situação de pobreza é necessário que apresentem, em sua composição, gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes ou jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário