quarta-feira, 8 de junho de 2022

Veja como prevenir acidentes com incêndios domésticos no inverno

 Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, o principal risco são as improvisações



A chegada das temperaturas baixas proporcionam o aumento no uso de aquecedores, lençóis térmicos, aparelhos de ar condicionado e outros métodos de aquecimento de ambientes. Estes equipamentos, se mal utilizados, acabam por elevar o risco de incêndios. De acordo com o 1º Tenente do 1°Batalhão de Bombeiro Militar de Porto Alegre, Vagner Silveira da Silva, incêndios no inverno não são maiores que em outros momentos do ano, o que muda é o tipo de incidente. 

“O principal risco são as improvisações. Há pessoas que queimam líquidos combustíveis, como álcool e gasolina, dentro dos ambientes e perde o controle do fogo, causando incêndio ou asfixia”, explica. A concentração de oxigênio diminui com a combustão e se chegar a níveis muito baixos, é prejudicial à saúde, levando, inclusive, à morte. 

“Recomendamos que as pessoas utilizem somente os aquecedores elétricos que tenham certificação do Inmetro e que as instalações elétricas sejam feitas apenas por técnicos”, adverte. Em relação às lareiras ecológicas, ele adverte para a população seguir as recomendações dos fabricantes e, ao fazer a recarga do álcool é importante que o equipamento esteja apagado. 

Em um princípio de incêndio, é preciso agilidade. “No caso dos elétricos, a primeira coisa a se fazer é desligar a energia e apagar as chamas com extintor. Se não houver disponível, tem que saber que o uso de água não é adequado para combustíveis inflamáveis e equipamentos elétricos”, diz. É possível proceder abafando as chamas com um cobertor. O número de emergência em caso de incêndios é o 193. 

Para evitar acidentes:

  • Não deixar crianças e idosos próximos ao fogo ou a materiais potencialmente inflamáveis;
  • Evitar a utilização de líquidos inflamáveis para fazer fogo (álcool, gasolina);
  • Observar atentamente o manual de instruções de equipamentos do tipo lareiras ecológicas;
  • Evite o emprego de instrumentos improvisados de aquecimento;
  • Não use aquecedores, estufas e lençóis térmicos ligados na mesma tomada com outros aparelhos;
  • Tenha cuidado ao reabastecer o combustível da lareira ecológica: aguarde esfriar antes de reacender o fogo. 

Corrieo do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário