quarta-feira, 8 de junho de 2022

Polícia ouve suspeito de ligação com desaparecimento de jornalista inglês e indigenista

 Segundo delegado da 50ª Delegacia Interativa de Polícia, outras quatro pessoas foram ouvidas como testemunhas



Cinco pessoas prestaram depoimentos sobre o caso do desaparecimento do jornalista inglês e do servidor da Funai no Amazonas até a noite desta terça-feira. Quatro são testemunhas e uma, ouvida por volta das 22h, é suspeita. As informações são do delegado Alex Perez, titular da 50ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), repassadas por nota da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

- Veja o que se sabe sobre o sumiço de indigenista e de jornalista inglês

O indigenista e servidor da Funai Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips desapareceram no Vale do Javari, na Amazônia, há pelo menos 48 horas. Eles estão incomunicáveis desde a tarde deste domingo. Também de acordo com a Secretaria de Segurança do Amazonas, "ainda não há confirmação de pessoas presas por envolvimento no caso".

"A SSP-AM está tomando todas as medidas cabíveis para auxiliar na elucidação do caso, em colaboração ao Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e Funai", diz a nota. Bruno Araújo e Dom Phillips faziam o trajeto entre a comunidade ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte, distante 1.135 km de Manaus, quando desapareceram.

Segundo a União das Organizações Indígenas do Vale do Javari (Univaja), os dois visitariam a equipe de vigilância indígena do lago do Jaburu na sexta-feira e deveriam voltar à Atalaia do Norte no domingo pela manhã, o que não aconteceu. Bruno é indigenista especializado em povos indígenas isolados e conhecedor da região, onde foi coordenador por cinco anos. Segundo lideranças indígenas, ele estava recebendo ameaças durante a viagem.

A Polícia Federal informou nesta terça-feira (7) que enviou ao Amazonas uma aeronave com funcionários da corporação e integrantes do Exército para reforçar as buscas. Segundo a PF, a operação foi feita hoje entre a base de proteção etnoambiental Ituí-Itacoaí e o município de Atalaia do Norte.

R7 e Correio do Povo


Veja como prevenir acidentes com incêndios domésticos no inverno

Nenhum comentário:

Postar um comentário