segunda-feira, 6 de junho de 2022

Dia dos Namorados deve injetar cerca de 350 milhões de reais no comércio gaúcho

 


O Dia dos Namorados, celebrado em 12 de junho, é uma das dez datas mais importantes do comércio brasileiro. Em 2022, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) projeta que a data mais romântica do ano possa ter um volume de vendas até 12% superior a 2021, injetando recursos no comércio estadual que podem chegar à casa dos R$ 350 milhões.

“O Dia dos Namorados tem um bom potencial de vendas para o comércio. Além de todo o romantismo da data, há o fator de que cada integrante do casal compra, no mínimo, um presente. Assim, mesmo gastando menos por causa da diminuição do poder de consumo que afeta boa parte da população, avaliamos que o ticket médio deve ser, na média, em torno de R$ 280,00 por casal”, avalia o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

Os presentes mais procurados pelos casais devem ser os que lideram o ranking de compras da data há alguns anos, como artigos de vestuário, calçados, perfumes, cosméticos, flores e eletroeletrônicos, nesta ordem de preferência.

“Nos primeiros meses deste ano, mesmo precisando enfrentar alguns obstáculos como a inflação e a alta taxa de juros, percebemos um otimismo maior dos lojistas gaúchos, a partir da reabertura plena do comércio. O cenário atual é bem mais favorável do que tínhamos no mesmo período de 2021 e as datas comemorativas ajudam a acelerar a recuperação da economia. E isso favorece mais emprego, maior geração de renda e aumento do número de consumidores”, avalia Koch.

O dirigente lembra que o Dia dos Namorados, além do comércio e setor de serviços, também impulsiona, em especial, empreendimentos como restaurantes e estéticas, entre outros.

Ele acredita que os consumidores seguirão a “tradição” de fazer as compras na última hora; ou seja, devem comprar os presentes com maior intensidade nos dias 10 e 11 de junho.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário