terça-feira, 19 de abril de 2022

Procon vai notificar empresa que mentiu sobre morte para vender bolsas

 Netbags usou de "storytelling" para contar história falsa sobre suposta fundadora da empresa

O Procon-SP vai pedir à Netbags que esclareça a nota publicada no site sobre a suposta morte da fundadora para divulgar uma promoção de bolsas de luxo com descontos de até 80%.

Segundo a  entidade defesa do consumidor, trata-se de uma prática abusiva, já que a história não é verídica. Além disso, a empresa acumula centenas de reclamações em redes sociais e sites especializados de queixas sobre descumprimento de prazo e entrega de produto diferente do ofertado.

"O fato da empresa informar que trata-se de um storytelling (narração de uma história) não diminui a enganosiade. O fato é mentiroso e ele faz parte da divulgação da promoção. Então houve uma enganosidade na oferta, uma tentativa de criar comoção, que pode ter levado muitos consumidores a fazer a compra", ressalta Guilherme Farid, diretor executivo do Procon-SP.

Segundo Farid, além de prestar esclarecimentos sobre a nota publicada no site, a empresa terá que responder questões ligadas aos problemas relatados por consumidores, como atraso na entrega, dificuldade de rastreamento da compra, cancelamento e a qualidade dos produtos. Relatos nas redes sociais denunciam que se tratam de falsificações de bolsas de grife feitas na China. 

"Essa é uma primeira etapa de verificação de informações, uma oportunidade da empresa se defender. O próximo passo é encaminhar o caso para fiscalização, já que há clara abusividade na oferta ao divulgar uma informação mentirosa", reforça Farid. Procurada, a Netbags ainda não respondeu a reportagem.

Fonte: economia.ig - 18/04/2022 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário