terça-feira, 26 de abril de 2022

Mercado financeiro aumenta para 7,65% a estimativa de inflação neste ano no Brasi

 


O BC (Banco Central) voltou a divulgar nesta terça-feira (26), após quase um mês, as estimativas do mercado financeiro para os indicadores da economia brasileira. A projeção dos economistas para a inflação neste ano passou de 6,86%, no fim de março, para 7,65%.

Essa foi a 15ª alta seguida na estimativa de inflação para 2022. Definida pelo Conselho Monetário Nacional, a meta para este ano é de 3,5% e será considerada formalmente cumprida se oscilar entre 2% e 5%.

Para 2023, o mercado financeiro aumentou de 3,80% (estimativa divulgada no fim de março) para 4% a projeção de inflação. Para o próximo ano, a meta foi fixada em 3,25% e será considerada formalmente cumprida se oscilar entre 1,75% e 4,75%.

O mercado financeiro elevou a previsão de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 2022 de 0,50%  para 0,65%. Para 2023, os economistas reduziram de 1,30% para 1% a estimativa de alta do PIB.

Para a taxa Selic, o mercado financeiro elevou a estimativa de 13% para 13,25% ao ano no final de 2022. Atualmente, a Selic está em 11,75% ao ano. Já para o fim de 2023, a expectativa permaneceu estável em 9% ao ano.

A projeção para a taxa de câmbio no fim de 2022 recuou de R$ 5,25 para R$ 5 por dólar. Para o fim de 2023, caiu de R$ 5,20 para R$ 5.

Os dados constam no Boletim Focus, que não era divulgado desde 28 de março em razão da greve dos servidores do Banco Central.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário