terça-feira, 24 de agosto de 2021

10 bancos que bateram recorde de reclamações no segundo trimestre deste ano

 As instituições financeiras no Brasil permanecem firmes e fortes, mesmo depois da crise causada pela pandemia e dos altos e baixos na economia brasileira, mas as reclamações de clientes dispararam 

As instituições financeiras no Brasil permanecem firmes e fortes, mesmo depois da crise causada pela pandemia e dos altos e baixos na economia brasileira .

Sendo assim, o lucro bancário chegou a R$ 23,1 bilhões no segundo trimestre de 2021, um verdadeiro recorde para o setor. No entanto, como toda história tem dois lados, o setor bancário também viu o índice de reclamações crescer.

O ranking criado pelo Banco Central (BC), que considera apenas aquelas reclamações que tiveram descumprimento da instituição financeira perante leis e regras já existentes, aponta o nome de alguns bancos conhecidos.O Ranking

O ranking de reclamações do Banco Central considera reclamações realizadas apenas neste segundo semestre de 2021. Dessa forma, o índice se estabelece a partir de um cálculo sobre a divisão das denuncias sobre o numero de clientes. Por fim, o resultado é multiplicado por 1 milhão.

Para esse índice, é utilizado apenas reclamações que tiveram o descumprimento, por parte da instituição financeira, de alguma lei ou regulamentação já existente.

1° BTG Pactual/Banco Pan (BPAC11)

O vencedor é o BTG Pactual, também dono do Banco Pan. A instituição financeira, com mais de 12 milhões de clientes, conseguiu um índice de 103,44. Vale lembrar que a média das outras instituições, que não estão nos 3 primeiros lugares do ranking, é de 30.

Do total de 3.630 reclamações, 1.301 são reguladas pelo BC. Ou seja, em mais de mil casos, houve descumprimento do banco para com seus clientes, de acordo com as leis e regulamentações vigentes. 2º Banco Inter ( BIDI11)

O primeiro banco digital com capital aberto na Bolsa de Valores brasileira (B3) entra no segundo lugar. Isso porque a instituição financeira conseguiu um total de 1.786 reclamações.

A princípio, cerca de 700 são reguladas no Banco Central. Mesmo assim, o índice do Inter ficou em 66,79. Em suma, a empresa tem atualmente aproximadamente 11.467.628 clientes.

3° Caixa Econômica Federal

De acordo com o levantamento , a Caixa obteve um índice de 32,13. Dessa forma, o banco federal aparece como a 3° instituição com mais reclamações no segundo trimestre de 2021.

Em síntese, a mesma que tem cerca de 1 45 milhões de clientes e chegou ao terceiro lugar com 16 mil reclamações. Destas, 4 .681 são reguladas no banco central.

Fonte: economia.ig - 23/08/2021 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário