quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Protótipo de foguete da SpaceX explode ao pousar em teste considerado bem-sucedido

 Equipe se mostrou otimista com resultado, apesar do acidente no final por alta velocidade na aterrissagem




Um protótipo do futuro foguete gigante da SpaceX, que a empresa planeja destinar a missões a Marte, caiu e explodiu durante um lançamento de teste na costa do estado do Texas (sul), nesta quarta-feira.

A SpaceX, porém, se mostrou otimista com o teste e uma transmissão ao vivo do lançamento colocou na tela a seguinte mensagem: "Teste incrível. Parabéns equipe".

"Marte, lá vamos nós!", comemorou Elon Musk, fundador da SpaceX e da Tesla, em sua conta no Twitter minutos após o teste, explicando que o excesso de velocidade no pouso foi responsável pelo acidente.

Musk citou as partes bem-sucedidas do curto trajeto do foguete, batizado de Starship 8, no teste desta quarta-feira: decolagem, mudança de direção durante o voo e uma trajetória de pouso precisa (antes da explosão final). "Temos todos os dados de que precisávamos! Parabéns à equipe SpaceX", ressaltou.

No teste de lançamento desta quarta-feira, a nave decolou e subiu corretamente em uma linha aparentemente reta, antes do desligamento em sequência de dois motores. Após 4 minutos e 45 segundos de voo, um terceiro motor desligou e o foguete iniciou sua descida na posição programada.

Os motores foram reiniciados segundos antes de pousar em um esforço para diminuir a velocidade da nave, mas mesmo assim foi incapaz de evitar que ela batesse com força na Terra.

Protótipos menores já foram lançados várias centenas de metros no ar por menos de um minuto como parte de uma série de testes que visam desenvolver a próxima geração de foguetes da empresa. Depois de várias tentativas frustradas nesta semana, o voo foi transmitido ao vivo na conta do Twitter do @SpaceX.

O voo foi planejado para testar o enorme corpo metálico do SN8 (Starship número 8) e seus três motores assim como para avaliar sua aerodinâmica na decolagem e durante o retorno à Terra para pouso, que será feito verticalmente, na mesma linha do que é capaz de fazer o foguete Falcon 9, pioneiro da SpaceX.

AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário