sexta-feira, 6 de novembro de 2020

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 Na qualidade de coordenador da Sociedade Pensar+, na qual integra o pensador Rodrigo Constantino, pelo qual tenho grande admiração e respeito, publico a seguinte NOTA DE ESCLARECIMENTO por ele produzida com a intenção de colocar um PONTO FINAL no lamentável e rumoroso caso do -ESTUPRO- alegado e confessado pela influenciadora digital catarinense, Mariana Ferrer.

 

1. Não tinha mergulhado no caso específico da tal Ferrer, e usei isso como gancho para um texto sobre banalização do estupro em geral, SEM FALAR DO CASO DELA;

2. Após muita polêmica, levei o tema para a minha “live” no YouTube, que tem uma pegada mais descontraída;

3. Ali, após dar o devido contexto e falar sobre CONSENTIMENTO ao sexo após bebida, disse que se minha filha fizesse ISSO e depois alegasse ter sofrido “abuso”, por arrependimento, ficaria de castigo;

4. Esse trecho foi retirado por detratores chacais, que me odeiam por questões POLÍTICAS, e viralizou, dando a entender que eu estava fazendo “apologia ao estupro” e que se minha filha sofresse mesmo abuso sexual eu colocaria a culpa nela;

5. Quem viu a “live” toda ou quem me conhece sabe o ABSURDO disso, mas como AMIGAS que viram somente o trecho destacado acharam a fala dúbia e ruim, decidi gravar um longo vídeo de esclarecimento, que teve grande repercussão;

6. Não obstante, como muitos se “informam” apenas pelos comentários, reforço aqui o ÓBVIO: se alguém encostasse um dedo num fio de cabelo da minha filha À FORÇA, CONTRA A SUA VONTADE, eu partia com tudo para cima do canalha, e o preso provavelmente seria EU;

7. Desnecessário dizer que ELA SABE disso, e gravou um vídeo de desabafo se dizendo abalada com a REAÇÃO ao que eu falei, ou seja, com a campanha de assassinato de reputação promovida pelos FASCISTAS;

8. O método deles é esse mesmo: tirar do contexto, viralizar, marcar os veículos de comunicação pedindo minha cabeça, pressionar os anunciantes;

9. A tática fascista funciona, e fui desligado da Jovem Pan e da Record por conta dessa pressão dos inquisidores;

10. Por fim, faço uma campanha para que todos os difamadores hipócritas possam provar sua REAL indignação com os VERDADEIROS ESTUPRADORES, em vez de só sinalizar falsa virtude e “ódio do bem”: venho propor o AUMENTO DA PENA e a CASTRAÇÃO QUÍMICA a todo aquele que for condenado por ESTUPRO, ou seja, por violentar uma vítima à força, contra a sua vontade.


Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário