quinta-feira, 5 de novembro de 2020

CHOQUES MÚLTIPLOS

 


SAÚDE ECONÔMICO/FINANCEIRA

Devido aos mais diversos e sérios problemas cardíacos e de respiração, a saúde ECONÔMICO/FINANCEIRA do nosso enfraquecido Brasil, agravada de forma brutal por complicações FISCAIS que ganharam força descomunal com a PANDEMIA, está dependendo, mais do que nunca de choques múltiplos, para se manter vivo, ainda que na UTI.


REFORMAS

Enquanto as REFORMAS não acontecem, MOTIVADAS por ESCANCARADO DESINTERESE DO LEGISLATIVO, a quem cabe o consentimento e a aprovação do tratamento, a equipe econômica do governo, na tentativa de manter o paciente Brasil respirando, ainda que por aparelhos, não faz outra coisa senão:


1- IMPLORAR pela aprovação de medidas capazes de manter a respiração do paciente Brasil; e,


2- EMITIR TÍTULOS PÚBLICOS para poder financiar a brutal DESPESA produzida pela DOENÇA CRÔNICA.

PISO E TETO

Vale registrar que embora esteja em vigor uma LEI que IMPONHA UM TETO para a DESPESA PÚBLICA, o fato é que o PISO DA DESPESA PÚBLICA já se confunde com o tal de TETO LEGAL. Ou seja, o ROMPIMENTO da corda é iminente, provocando estragos impossíveis de SOLUÇÃO pela VIA DEMOCRÁTICA. Melhor dizendo: impossíveis com a atual CONSTITUIÇÃO.  

DEPOIS DE 40 ANOS DE ESPERA...

Vejam, por exemplo, que depois de 40 ANOS DE TRAMITAÇÃO, o plenário do Senado, enfim aprovou, por 56 votos a favor e 12 contrários, o texto-base do projeto de lei que dá autonomia formal para o Banco Central, considerado como uma das bandeiras do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do BC, Roberto Campos Neto. Entretanto, como o projeto também exige a aprovação dos deputados, o presidente da Câmara, Rodrigo SEM PRESSA Maia, já antecipou que tal votação ficará para 2021. Que tal? 

POPULISTAS

A propósito, tanto o presidente da Câmara, RODRIGO -TRANCA TUDO-MAIA. quanto o presidente do Senado, DAVI -PERIGOSO- ALCOLUMBRE, estão mais preocupados com a derrubada do veto da DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO, que beneficia privilegiados 17 setores empresariais ao invés de conceder o mesmo para todos. Mais: enlouquecidos e focados na CONSEQUÊNCIA, deixam a CAUSA INTACTA.  Ou seja, agindo como verdadeiros POPULISTAS, NÃO APONTAM A FONTE DOS RECURSOS para tapar o ROMBO que a DESONERAÇÃO PROVOCA NAS CONTAS PÚBLICAS.  


Mais ainda: não dão a mínima para as DESESTATIZAÇÕES, para os projetos BR do MAR, para FERROVIAS, para os MARCOS REULATÓRIOS do GÁS, do PETRÓLEO etc., etc... Pode?

IATALIAN DESIGN DAY



Amanhã será o dia da 4ª edição do Italian Design Day em Porto Alegre! 


Desenvolvimento, inovação, sustentabilidade e beleza são temas desta edição que promete contribuir com a discussão sobre estratégias mais verdes e inteligentes para grandes cidades.


O encontro, que será on-line (YouTube), acontece no dia 5 de novembro, às 20hs, este ano no Dia Nacional do Design.


A realização é do Consulado Geral da Itália em Porto Alegre e faz parte do "VIVERE ALL'ITALIANA", do Governo da Itália. O projeto busca dar visibilidade à cultura e ao modo de vida italiano. E como grande parceira deste projeto, a italianíssima @Florenseoficial assina em conjunto. O Italian Design Day também conta com o apoio da @ccirsbrasil.



MOSTRA NO BOURBON CANOAS



O Bourbon Canoas está apresentando ao seu público a exposição Representações do Patrimônio Cultural Tombado de Canoas. Os clientes poderão conferir, em tapumes localizados no mall do empreendimento, 23 imagens da Casa dos Rosa e da Antiga Estação de Trem, considerados bens culturais tombados pelo município. A exposição é uma parceria da rede Bourbon com o historiador e pesquisador Edison Barcellos da Rosa, sendo que o conjunto de fotografias escolhido pelo curador está disponível no acervo do Arquivo Histórico Doutor Sezefredo Azambuja Vieira. As fotos expostas remetem às memórias da cidade, trazendo um pouco da história dos diferentes grupos que formaram a sociedade canoense. A entrada para a exposição é gratuita e aberta ao público. 


 As imagens exibem diferentes momentos dos patrimônios públicos selecionados para a exposição, criando um verdadeiro olhar histórico para cada um dos espaços. As fotografias estão acompanhadas de textos explicativos que contam um pouco da trajetória de cada local, com detalhes sobre as edificações, os saberes tradicionais, as celebrações, as criações artísticas da cidade e as paisagens que hoje são um marco de Canoas.  


Patrimônio histórico de Canoas 


A Antiga Estação de Trem foi inaugurada em 1874, para ligar Porto Alegre ao município de São Leopoldo, passando por Canoas. A estação esteve em pleno funcionamento durante 60 anos, até que, nas décadas de 1950 e 1960, com a construção da BR116, teve uma notável diminuição de seu movimento. Em 1968, foi feita a retirada dos trilhos da viação térrea do centro da cidade. Já nas décadas de 1970 e 1980, tanto o prédio da estação ferroviária de Canoas quanto a linha térrea forma desativadas. Em 1983, o prédio foi recuperado pela TRENSURB e suas estruturas foram adaptadas para abrigar a Fundação Cultural de Canoas. Em 14 de abril de 2010, após a extinção da Fundação Cultural, o prédio foi tombado devido ao ser valor histórico, arquitetônico e cultural, passando a ser chamado de Antiga Estação de Trem. 


A Casa dos Rosa foi construída por Antônio Lourenço Rosa nos primeiros anos do século XX, e foi utilizada pela família Rosa até o ano de 1979. O local é um importante referencial para o estudo da identidade e evolução urbana e social de Canoas. Foi construída em estilo eclético, incorporando o aço em sua alvenaria, material que remetia a composição original dos trilhos da estrada de ferro, além de incluir telhas francesas e adornos lambrequins. O imóvel foi tombado como patrimônio histórico em julho de 2009. Após ser restaurado, foi reinaugurado como espaço cultural em 2016 e, atualmente, abriga o Museu Municipal Hugo Simões Lagranha. 

Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário