quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Candidato é eleito em Dakota do Norte um mês após sua morte por Covid-19

 Juiz indicou que vitória de falecido será entendida como aposentadoria ou renúncia à vaga



Um candidato republicano foi eleito para a assembleia estadual de Dakota do Norte, nos Estados Unidos, na terça-feira, um mês depois de morrer do novo coronavírus. David Andahl, fazendeiro e empresário, morreu em 5 de outubro aos 55 anos “após uma breve batalha contra a covid-19”, disse sua família na página do Facebook sobre sua candidatura à Câmara dos Representantes local. “Ele foi funcionário público durante anos e ansiava por servir no corpo legislativo estadual”, acrescentaram pessoas próximas a ele. 

Entretanto, seu desejo só se concretizou postumamente. Ex-piloto profissional, Andahl conquistou a última vitória de sua vida no oitavo distrito eleitoral de Dakota do Norte, depois de ganhar mais de um terço dos votos válidos (duas vagas estavam em disputa para quatro candidatos).

Antecipando essa possibilidade, o procurador-geral desse estado rural havia indicado que a situação seria semelhante a uma renúncia ou aposentadoria e que caberia ao Partido Republicano local designar um substituto para ocupar seu lugar. 

As eleições de meio de mandato dos Estados Unidos de 2018 já haviam registrado uma vitória póstuma. Na ocasião, um conhecido dono de bordel, Dennis Hof, foi eleito para a assembleia de Nevada, também pelo Partido Republicano, poucas semanas após sua morte.


AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário