quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Biden pode vencer hoje; Bolsas em alta; A vez do biogás

 

A contagem dos votos avança nos EUA e o dia pode terminar com Joe Biden presidente, enquanto as bolsas abriram em alta com a notícia de que os republicanos devem seguir no Senado. A chance de batalha judicial ainda é grande. A Desperte destaca também o bom momento para o biogás no Brasil e a nova edição da EXAME que traz na capa o mercado imobiliário. Boa leitura.

Rudy Giuliani, ex-prefeito de NYC e advogado de Trump: contestação do resultado na Justiça | Reuters/Mark Kauzlarich
 
1 - A DOIS ESTADOS DE VENCER 

O democrata Joe Biden venceu em Wisconsin e Michigan e está muito perto de conquistar a Presidência dos Estados Unidos. Falta a confirmação de suas lideranças em Nevada e Arizona para que o candidato atinja os 270 votos necessários para ser eleito pelo colégio eleitoral. Até às 7 horas de hoje, Biden tinha vantagem de pouco menos de 70.000 votos no Arizona (2,4 pontos) e cerca de 8.000 votos em Nevada (0,6 ponto). O democrata também tem chance de virar na Geórgia. Num breve pronunciamento na tarde de ontem, Biden não disse que não se declararia o ganhador da disputa, mas afirmou ter confiança no resultado “quando a contagem for encerrada”. Enquanto isso, a campanha do presidente Donald Trump afirmou que está entrando na Justiça em alguns estados, e há um clima de tensão sobre o resultado, sobretudo nas cédulas por correio. Leia os destaques até agora e acompanhe a apuração ao vivo.
 

2 - BOLSAS EM ALTA

As bolsas mundo afora seguem em alta na madrugada desta quinta-feira enquanto o fim da contagem americana se aproxima. As bolsas europeias operam em alta e os índices futuros americanos sobem mais de 6% às 7 horas. As asiáticas também fecharam em alta, assim como fez ontem o brasileiro Ibovespa (só 14 das 77 ações do índice caíram). Uma notícia que tem sido lida como positiva pelo mercado é a iminência de vitória dos republicanos no Senado, enquanto a Câmara segue democrata. Com Congresso dividido, o mercado vê como menor a chance de grandes mudanças. Por outro lado, investidores seguem sem precificar ainda uma possível contestação judicial dos resultados na Suprema Corte. A EXAME perguntou a gestores o que muda nos seus investimentos após a eleição. O resultado: o dólar pode ficar mais fraco e ações dos países emergentes podem ter alta. Leia mais


3 - ESPERANÇA NO EATS

A Uber apresenta nesta quinta-feira seus resultados financeiros do terceiro trimestre. A empresa não vive seu melhor ano em função da pandemia, que reduziu o fluxo de passageiros. Por outro lado, vem de uma grande vitória após a votação na Califórnia em que os eleitores decidiram que empresas de aplicativo não precisam tratar motoristas e entregadores como funcionários. Para o trimestre, a Uber deve reportar queda de 15,9% na receita. Será a segunda queda seguida no faturamento. A maior baixa vem da frente de transporte de passageiros, enquanto há expectativa de crescimento do Uber Eats, que deve movimentar o dobro do ano passado. Leia mais


4 - A VEZ DO BIOGÁS

Começa nesta quinta-feira o VII Fórum do Biogás, promovido pela Associação Brasileira do Biogás (ABiogás). Por causa da pandemia, o evento será todo online. É o maior encontro da indústria do biogás no país e acontece num momento em que o setor ganha um impulso. Primeiro, com a nova usina de biogás da Raízen, no interior de SP. Com investimentos de cerca de 153 milhões de reais, a usina produz energia com dois subprodutos da cana-de-açúcar. Outra boa notícia ao setor é uma mudança regulatória do Marco do Saneamento, que propõe incentivo fiscal para essa fonte renovável e geração de biogás por meio do esgoto doméstico. Leia mais

UM MERCADO À PROVA DE CRISES?

Com juros baixos, cada vez mais brasileiros trocam de casa: o momento é favorável, mesmo com a pandemia. A pujança do mercado imobiliário é um dos temas da edição 1.222 da EXAME, disponível a partir desta quinta-feira em todas as plataformas. Clique aqui para ver todas as reportagens da edição e, se ainda não é assinante, assine a partir de R$ 15,90 para ter acesso ilimitado. 

O Brasil teve 622 mortes e quase 24.000 casos de coronavírus no boletim de quarta-feira. A média móvel de óbitos é de 384 vítimas. Veja os números.

Em um dia nada menos que simbólico, os EUA registraram pela primeira vez mais de 100.000 casos diários de coronavírus. A preocupação é que uma segunda onda nos moldes da Europa colapse o sistema de saúde no país. 

Uma das maiores pesquisas do tipo até agora, por pesquisadores do Reino Unido, está apontando ao menos seis meses de imunidade ao coronavírus, incluindo em assintomáticos ou quem teve sintomas leves.

O Congresso decidiu ontem derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro ao dispositivo da desoneração da folha de pagamentos. Com a decisão, a desoneração foi prorrogada para 17 setores da economia até o fim de 2021.

O Cade aprovou a compra da Nike Brasil pelo grupo SBF, dono da Centauro, divulgado em fevereiro. O negócio havia sido contestado pela Netshoes. Com o negócio, o SBF passa a ser o único distribuidor da Nike no Brasil. 

Em tempo: a Centauro inaugura hoje na avenida Paulista uma nova loja com produtos exclusivos e descontos. Será a quinta maior unidade da Centauro.

Com uma mudança nas regras da Receita, empresas do Simples Nacional passaram ontem a poder parcelar débitos tributários. Entenda como funciona

Até outubro, os aportes em startups no Brasil chegaram a 2,49 bilhões de dólares. O valor já supera em 3% todo o acumulado do ano passado, que havia sido histórico para o ecossistema de startups.

Conta grátis e cartão: o plano do iFood para ser o “banco do restaurante”

O Google revelou o que os brasileiros mais pretendem comprar na BlackFriday para cuidado pessoal.

A startup Tucum Brasil, que revende artesanato indígena, foi escolhida pelo Mercado Livre como representante brasileira em seu programa de empreendedorismo. 

Após transplante, Rogério Fasano promove campanha para aumentar doações de órgãos

O Taycan, o aguardado e polêmico Porsche elétrico, chega ao Brasil

De Nike a Johnnie Walker, as campanhas das marcas não ficaram de fora das eleições americanas

E, como na eleição passada, as buscas por “como se mudar para o Canadá” saltaram entre os americanos
Bolsa
HOJE | Xangai / +1,30%
Tóquio / +1,73%
Londres / +0,54% (às 7h)


ONTEM | Ibovespa / +1,97%
S&P 500 / +2,20%
Dólar / 5,65 reais (-1,89%)
As eleições dos EUA foram tema do dia nos mercados e na política, mas também entre as piadas e brincadeiras na internet. Acostumados a saber o resultados da eleições poucas horas após o encerramento da votação, os brasileiros não perderam tempo em fazer memes com a apuração americana. Veja aqui
Memes com a apuração americana: o assunto virou tema de brincadeiras dos brasileiros no Twitter | Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário