sexta-feira, 26 de junho de 2020

Governo de SP autoriza reabertura de bares e restaurantes na capital

Germano Lüders/Exame
Governo de SP autoriza reabertura de bares e restaurantes na capital
A cidade de São Paulo e mais 14 municípios da região metropolitana foram autorizados a abrir bares e restaurantes com capacidade limitada e horário restrito, de acordo com anúncio feito pelo governador João Doria (PSDB) nesta sexta-feira, 26, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. Dezessete regiões do estado tiveram reclassificação da quarentena no Plano São Paulo e a capital passou da fase 2 para a fase 3.
Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo
SP tem mais mortes após reabrir, mas governo diz que é cedo para deduções
Passadas duas semanas do início do Plano São Paulo, programa de reabertura econômica da gestão João Doria (PSDB) durante a epidemia de covid-19, a evolução das mortes no estado cresceu em ritmo cinco vezes maior do que nas duas primeiras semanas do mês de junho, segundo dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). Os especialistas são unânimes em falar que medidas para atrasar ou acelerar a evolução do vírus só têm impacto na pandemia duas semanas depois de adotadas.
Rodrigo Paiva/Getty Images
OMS diz que vacina de Oxford é a melhor candidata contra covid-19
A vacina contra a covid-19 da AstraZeneca é provavelmente a mais adiantada no mundo e a mais avançada em termos de desenvolvimento, segundo a principal cientista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan. Para ela, a  Moderna “não está muito atrás” da potencial imunização da AstraZeneca, entre as mais de 200 candidatas a vacina contra a covid-19, das quais 15 já entraram na fase de testes clínicos.
Getty Images
Remédio para hepatite C tem bom resultado contra a covid-19, diz Fiocruz
Um estudo liderado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) com medicamentos que são usados para tratar hepatite C mostrou eficácia contra o novo coronavírus, que causa a covid-19. A doença já infectou mais de 9,6 milhões de pessoas no mundo e matou quase 490.000, segundo o painel global da universidade Johns Hopkins. Em experimentos in vitro com três linhagens de células, incluindo células pulmonares humanas, o antiviral daclastavir impediu a produção de partículas virais do novo coronavírus que causam a infecção.
Kai Pfaffenbach/File Photo/Reuters
BCs do Japão e da Europa: o pior passou, mas segunda onda é o maior risco
Presidentes dos bancos centrais da Europa e do Japão se pronunciaram nesta sexta-feira sobre suas expectativas para a economia em meio à crise do coronavírus. Os dois acreditam no começo de uma retomada econômica no segundo semestre, mas, para chegar lá, têm alguns desafios parecidos: uma segunda onda do novo coronavírus e uma recuperação pouco linear, que pode ter altos e baixos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário