AdsTerra

banner

terça-feira, 2 de abril de 2024

Definidos os valores das premiações por medalhas para atletas brasileiros nos Jogos de Paris-2024

 Nos Jogos Paralímpicos, valores são 56,25% maiores que o de Tóquio-2020, enquanto que na Olimpíada o aumento é de 40%


A cinco meses do início dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris-2024, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) divulgou a premiação que será dada aos brasileiros medalhistas no evento. A distribuição de valores será feita de acordo com a cor da medalha e ainda prevê faixas diferentes de recompensa para modalidades individuais e coletivas.

Os medalhistas de ouro em provas individuais receberão R$ 250 mil por medalha, enquanto a prata renderá R$ 100 mil cada e o bronze, R$ 50 mil. Já as modalidades coletivas valerão um prêmio de R$ 125 mil por atleta. Já a prata, neste caso, será bonificada com R$ 50 mil e o bronze, com R$ 25 mil. Os valores representam um aumento de 56,25% nas gratificações recebidas pelos atletas que atingiram os mesmos feitos nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

Para Paris, o CPB tem a expectativa de convocar cerca de 250 atletas. A delegação brasileira, até o momento, assegurou sua participação nas seguintes modalidades, com 150 atletas: atletismo, natação, vôlei sentado (masculino e feminino), goalball (masculino e feminino), futebol de cegos, ciclismo, hipismo, canoagem, remo, taekwondo, tiro esportivo, tiro com arco, bocha e tênis de mesa. A convocação final será feita em três partes: duas em junho e uma em julho. Na última edição, em Tóquio-2020, o Brasil fez a sua melhor campanha com 72 medalhas no total.

Medalhas paralímpicas dos Jogos de Paris-2024 estarão em disputa a partir de agosto Medalhas paralímpicas dos Jogos de Paris-2024 estarão em disputa a partir de agosto | Foto: Paris 2024 / Divulgação / CP

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) já havia definido no ano passado as premiações para os medalhistas dos Jogos Olímpicos de Paris. Os valores estão cerca de 40% mais altos se comparados ao último ano olímpico. Os atletas que levarem o ouro em provas individuais receberão R$ 350 mil por medalha, a prata renderá R$ 210 mil cada, enquanto o bronze valerá R$ 140 mil. Já nos esportes em grupo, o ouro receberá R$ 700 mil, a prata R$ 420 mil e o bronze R$ 280 mil. Nos esportes coletivos, o ouro renderá R$ 1,05 milhão, enquanto a prata R$ 630 mil e o bronze R$ 420 mil. Nas categorias em grupo e coletiva, os valores serão divididos entre os medalhistas de maneira igualitária, independentemente de serem titulares ou reservas.

Na Olimpíada, esportes coletivos são as práticas que envolvem um time, como o futebol e o vôlei, por exemplo. Já os esportes em grupos, são aqueles com até duas pessoas como a natação medley.

O Brasil subiu ao pódio 21 vezes nos Jogos de Tóquio-2020. Ao todo, foram sete de ouro, seis de prata e oito de bronze, finalizando na 12ª posição no quadro de medalhas.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário