AdsTerra

banner

sexta-feira, 22 de março de 2024

RS volta a avaliar danos e prestar auxílio para centenas de residências danificadas e cinco feridos por temporais

 Ao menos 123 municípios gaúchos foram afetados pelas chuvas e vendavais que atingiram o Estado nesta quinta-feira

Em Cerrito, homem ficou ferido após a casa em que estava cair 

A chegada de uma frente fria ao território gaúcho causou temporais entre a noite da quarta-feira, 20, e a quinta-feira, 21. O temporal afetou 123 municípios e deixou cinco pessoas feridas, segundo levantamento da Defesa Civil Estadual.

Em ao menos 13 municípios, centenas de casas foram danificadas e dezenas de moradores ficaram desabrigados, de acordo com levantamento da Defesa Civil no início da noite desta quinta-feira. O maior número de estragos foi registrado em Arroio Grande, no Sul do Estado. Ao menos 70 casas foram danificadas, 16 pessoas ficaram desabrigadas, 8 ficaram desalojadas e o temporal deixou ainda cinco feridos.

Chuvas fortes e vendavais provocaram quedas de árvores e de postes de energia, alagamentos e bloqueios em ruas e estradas.

Foram registradas ainda 40 residências destelhadas em Candiota, 30 em Santo Ângelo e 20 em Santana do Livramento. Em Soledade, uma escola e 20 casas sofreram avarias nos telhados.

Em Cerrito, um homem de 45 anos, morador da localidade de Vila Freire, na zona rural, ficou ferido após a casa em que estava cair por conta do temporal. Ele foi encaminhado ao Pronto Socorro de Pelotas com ferimentos na região da cabeça, mas por conta da falta de luz foi encaminhado ao Hospital de Pedro Osório, onde foram confirmadas fraturas na cabeça e fêmur.

Mais de 646 mil sem luz

No balanço divulgado pelo Governo do Estado no início da noite, mais de 646 mil pontos estavam sem energia elétrica. Na área de atendimento da CEEE Equatorial, às 19h, eram mais de 539 mil pontos sem energia (29,83% dos clientes). Entre os clientes da RGE Sul, 107 mil permaneciam sem luz (3% dos clientes) na atualização mais recente.

O governo ainda informou por meio de nota que 458 mil economias atendidas com água pela atendidas pela Corsan, estavam desabastecidas (14% do total de clientes), às 18h.

Confira os municípios que tiveram ocorrências mais significativas:

Arroio Grande - 70 residências danificadas/ 16 desabrigados

Candiota - 40 residências destelhadas

Santana do Livramento - 20 residências destelhadas

Santa Maria - 10 residências destelhadas / 2 feridos

Pelotas - 11 residências destelhadas / 8 desalojados

Soledade - 20 residências e 1 escola destelhadas / queda de arvores / falta de energia

Santo Ângelo - 30 residências destelhadas / falta de energia

Taquara - 9 residências destelhadas / 2 feridos

Cerrito - 1 ferido

Gravataí - 15 residências destelhadas

Engenho Velho - 15 Unidades Habitacionais danificadas

Vanini - 13 residências destelhadas

São Vicente do Sul - 15 residências destelhadas

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário