AdsTerra

banner

terça-feira, 12 de março de 2024

Dengue se alastra em Uruguaiana, Itaqui e chega em Barra do Quaraí

 Entre os casos anotados há três internações e dois óbitos anteriores notificados



A vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde (SMS) de Uruguaiana, no final de semana, divulgou relatório dando conta de 27 casos confirmados de dengue no município, levando a dois óbitos.

Os quatro últimos casos notificados aconteceram nas últimas 72 horas.

O mais recente foi o de um homem, 31 anos de idade, morador do bairro Santo Inácio, autóctone.

Agora são 18 infectados autóctones (enfermidade contraída na própria cidade) e os nove restantes considerados importados.

No momento, as notificações saltaram para 204 registros, sendo que 88 casos ainda estão em avaliação no Lacen – Laboratório Central em Porto Alegre.

E do total, 90 foram descartados. Em 2023, houve 34 casos confirmados de dengue, ao longo do ano, na cidade.

A identificação de larvas pelas equipes de agentes de saúde e combate a endemias ocorreu com maior frequência em plantas aquáticas, vasos de planta e pneus. Os bairros Centro, São João, Cabo Luiz Quevedo e Ipiranga, apresentam a maior incidência da doença e de notificações.

O quadro de agentes de combate a endemias está sendo aumentado, a partir de agora, de 51 para 55 componentes.

Os quatro convocados passam por treinamento especializado.

Já em Itaqui, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) recebeu do Laboratório Central do Rio Grande do Sul (Lacen-RS) a confirmação de dois exames com resultados positivos para dengue.

Com isso, a cidade soma agora três casos da doença em 2024. Os dois novos casos tratam-se de um homem de 64 anos que apresentou os primeiros sintomas assim que retornou da viagem a Tramandaí. O caso é considerado importado.

O outro é autóctone - sem registro de viagens, infectado no próprio município - e a paciente é uma mulher de 52 anos, que já está recuperada.

O homem, no entanto, encontra-se internado no Hospital São Patrício devido à piora no quadro clínico, em transferência para um Centro de Terapia Intensiva (CTI), em outra cidade.

A SMS, por meio da Vigilância Epidemiológica, está aguardando mais um exame de pessoa com suspeita de dengue que foi encaminhado ao Lacen.

O primeiro caso do ano foi confirmado em 20 de fevereiro último, tratando-se uma mulher de 44 anos que viajou as Minas Gerais e está curada.

Em Barra do Quaraí, fronteira com o Uruguai, foi anotado o primeiro caso positivo de dengue no sábado. O homem de 67 anos encontra-se internado na Santa Casa de Caridade de Uruguaiana.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário