AdsTerra

banner

sexta-feira, 15 de março de 2024

Comemorações do Bicentenário da Imigração Alemã no RS terão mais de 120 eventos

 Programação oficial foi lançada oficialmente pelo Governo do Estado durante evento realizado na noite de quinta-feira em Porto Alegre

Solenidade ocorreu no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) 

Serão mais de 120 eventos espalhados por cerca de 100 cidades gaúchas que receberão as comemorações do Bicentenário da Imigração Alemã. A divulgação da programação, que contempla variadas atividades culturais, foi feita pela Comissão do Bicentenário, instituída pelo governador Eduardo Leite, na noite de quinta-feira.

Os eventos que integram a programação são propostos por municípios, entidades da sociedade civil, órgãos públicos e instituições privadas. A lista de atividades prevê festas que celebram a contribuição dos imigrantes para a cultura, gastronomia e economia gaúchas, torneios de esportes e competições tradicionais germânicas.

Realizado no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), em Porto Alegre, o lançamento contou com a participação de prefeitos, representantes da Assembleia Legislativa e do Poder Judiciário, empresários e moradores de cidades que cultivam as tradições alemãs, além de integrantes do Governo do Estado.

O presidente da Comissão do Bicentenário, Rafael Gessinger, abriu os discursos com saudações a todos que estiveram presentes, relembrou a criação da comissão estadual e destacou o trabalho que tem sido realizado por centenas de mãos, incluindo líderes de entidades. “O Bicentenário não é um assunto simples, nem tecnicamente, nem emocionalmente. Muitas pessoas estão envolvidas, dedicando seu tempo livre e investindo recursos, sem esperar o retorno. Isso revela que a ligação com o Bicentenário é profundamente afetiva”, pontuou.

Conforme Gessinger, a programação lançada reflete um sonho multifacetado, com uma quantidade imensa de eventos regionais e locais, que homenageará a imigração ao reconhecer o legado dos imigrantes e apresentar turisticamente as regiões.

Presente no evento, o cônsul geral da Alemanha em Porto Alegre, Marc Bogdahn, também fez questão de falar e elogiar o Estado pelas comemorações. “Eu gostaria de parabenizar o Rio Grande do Sul e seus cidadãos, pela imensa dedicação e o intenso empenho que têm comemorado esse evento”, disse.

Bogdahn também falou da ligação entre os dois países, percebida pelas raízes culturais presentes em diversos municípios, que podem ser observadas. Ele pontuou que a construção do Estado se deu através de uma mistura de culturas e lembrou das imigrações como a italiana e a portuguesa, que possuem grande influência na cultura local. Com isso, destacou que esta miscigenação é observada na Alemanha atual, com imigração de outras culturas.

Última a discursar, a secretária adjunta da Cultura do Estado, Gabriela Meindrad, representou o governador Eduardo Leite na solenidade e agradeceu o empenho dos municípios envolvidos nas comemorações. “Celebrar a diversidade cultural e étnica desse povo, presente na nossa logomarca comemorativa, mostra a coragem desse povo de deixar sua nação para construir, com muito trabalho, o nosso país”, afirmou.

Ospa terá séries especiais nos municípios

Através de seu presidente, Gilberto Schwartsmann, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) anunciou 11 concertos pelo interior do Estado e outros cinco em Porto Alegre. Todos serão realizados em homenagem ao Bicentenário.

As apresentações comemorativas serão gratuitas e acontecem em São Leopoldo (03/05), Taquara (29/05), Erechim (07/07), Novo Hamburgo (19/09), Lajeado (11/10), Santa Cruz do Sul (12/12) e Lagoa dos Três Cantos (15/12). Outros quatro concertos da série Música de Câmara, também alusivos ao Bicentenário, com datas a serem divulgadas, serão promovidas em Pelotas, Nova Petrópolis e Montenegro.

Cidades com tradição alemã enviaram representantes

Na plateia, representantes de municípios de diversas regiões do Estado prestigiaram o lançamento da programação. Os prefeitos de Dois Irmãos, Jerri Meneghetti, e de Nova Petrópolis, Jorge Darlei Wolff, estava, entre as autoridades. Além deles, dezenas de cidades gaúchas com influência da imigração alemã destinaram secretários, membros de entidades e moradores para representá-las.

Vestido com traje típico da Alemanha, o secretário de Turismo e Cultura de Igrejinha, Juliano Muller de Oliveira, ressaltou que o município está engajado em celebrar o Bicentenário. “Esse ano o município completa 60 anos de emancipação. Então a gente incorporou a programação dos 200 anos da Imigração Alemã do Brasil aos 60 anos do município através do selo que a gente chama de 60 mais 200. Além disso também criamos a Comissão Municipal do Bicentenário, que tem por objetivo divulgar de maneira colaborativa todos os eventos que acontecem”, explicou.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário