AdsTerra

banner

terça-feira, 19 de março de 2024

CEEE Equatorial é a penúltima no ranking das distribuidoras de energia do Brasil

 Distribuidora justificou que seu posicionamento no ranking se dá pelas dificuldades enfrentadas com as chuvas que causaram estragos no Estado em 2023

"Essas ações demandam um tempo para produzir os resultados, e a expectativa é de melhoria nos indicadores nos próximos anos", afirmou a empresa, em nota 

Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou o resultado do desempenho das distribuidoras no fornecimento de energia elétrica em 2023. A publicação feita na sexta-feira, dia do consumidor, mostrou que a CEEE Equatorial, concessionária que atende Porto Alegre e outros 71 municípios gaúchos, figura na penúltima colocação. Segundo a Agência, a divulgação engloba os números de Duração e Frequência de interrupções observados em 2023, o ranking das distribuidoras e as compensações pagas aos consumidores pelas empresas por extrapolarem os limites individuais de duração e frequência de interrupções.

A CEEE publicou nota oficial à imprensa justificando que seu posicionamento no ranking se dá pelas dificuldades enfrentadas com as chuvas que causaram estragos no Rio Grande do Sul em 2023. Segundo a empresa, desde sua entrada na concessão, em 2021, aplicou cerca de R$ 1,7 bilhão em “modernizações, ampliações e construções de novas estruturas do sistema elétrico”.

Nos últimos meses de 2023, diversos clientes ficaram sem energia elétrica em suas casas. O Estado teve um pico de 81 mil casas sem abastecimento.

  | Foto: Divulgação ANEEL / CP

A outra Distribuidora de grande porte que atende o Rio Grande do Sul, a RGE, que atende o interior do estado, foi citada como a que mais evoluiu em relação a 2022, avançando 10 posições.

Confira abaixo a nota oficial enviada pela CEEE à imprensa

Nota Final Posicionamento Imprensa – Ranking Aneel 2023

O Grupo Equatorial Energia trabalha constantemente para elevar os padrões de qualidade no fornecimento de suas concessões, com melhoria de processos e investimentos em confiabilidade da rede de distribuição e tecnologia.

O modelo de gestão diferenciado da Equatorial vem sendo aplicado com sucesso nos estados onde está presente, implementando sua experiência na recuperação de ativos e no avanço da qualidade dos serviços.

Com relação à CEEE Equatorial, o Grupo Equatorial Energia tem o compromisso de melhorar continuamente os serviços prestados aos 72 municípios ou 1,8 milhão de clientes da companhia. Desde a entrada na concessão, em 2021, já foram aplicados pela CEEE Equatorial R$ 1,7 bilhão em modernizações, ampliações e construções de novas estruturas do sistema elétrico. Essas ações demandam um tempo para produzir os resultados, e a expectativa é de melhoria nos indicadores nos próximos anos. Vale destacar que, desde o ano passado, o Rio Grande do Sul vem enfrentando uma série de eventos climáticos extremos, que danificaram a rede elétrica e impactaram diretamente o fornecimento de energia em toda área de concessão, além do andamento do cronograma de obras na região. Em setembro de 2023, especificamente, o estado enfrentou chuvas acima da média e cheias históricas, inclusive em Porto Alegre, que teve o mês mais chuvoso desde que é feita a medição pluvial na capital gaúcha, em 1916.

Ainda assim, em relação ao ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para distribuidoras acima de 400 mil clientes, a própria Agência Reguladora destacou que a qualidade dos serviços de distribuição de energia elétrica melhorou no ano passado em comparação com o ano de 2022, conforme apontam os indicadores DEC e FEC apurados pela Aneel, reiterando a busca para que as distribuidoras ofereçam sempre serviço de melhor qualidade para os consumidores.

Por fim, a Equatorial Energia acredita que a experiência do Grupo na melhoria dos seus resultados de desempenho nas outras concessões, a exemplo da Equatorial Pará, que já ocupou a última posição nesse mesmo ranking e, hoje, conquistou o segundo lugar entre as melhores distribuidoras de grande porte no Brasil, fará com que a CEEE Equatorial também apresente resultados positivos nos próximos anos.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário