AdsTerra

banner

domingo, 24 de março de 2024

Câncer de Kate Middleton: veja o que se sabe até agora sobre diagnóstico da princesa de Gales

 Anúncio ocorreu depois de dois meses de especulações nas redes sociais sobre estado de saúde da princesa de Gales



princesa de Gales Kate Middleton anunciou na sexta-feira, 22, que tem câncer e está fazendo quimioterapia. Ela revelou sua condição em uma mensagem de vídeo gravada na quarta-feira, 20, em Windsor e divulgada na sexta-feira. O anúncio ocorreu depois de dois meses de especulações nas redes sociais sobre seu estado de saúde, após ela ter sido hospitalizada para uma cirurgia abdominal não detalhada, em janeiro.

A notícia é mais um choque para a família real desde o anúncio, no mês passado, de que o rei Charles III estava tratando um tipo não especificado de câncer, que foi descoberto durante um procedimento para um aumento benigno da próstata.

Veja até agora o que se sabe sobre o diagnóstico da princesa: Quando o câncer de Kate foi descoberto?

Durante o anúncio em vídeo na sexta-feira, Kate disse: "Os testes após a operação revelaram a presença de câncer" e que ela estava nos estágios iniciais do tratamento. Kate passou pelo que foi descrito como uma cirurgia abdominal em 16 de janeiro. A notícia só foi anunciada no dia seguinte, quando o Palácio de Kensington revelou que Kate estava se recuperando de uma operação planejada. Na época, as autoridades disseram que sua condição não era cancerosa, mas não especificaram que tipo de cirurgia, dizendo apenas que foi bem-sucedida.

Qual câncer Kate tem?

Kate não revelou que tipo de câncer foi encontrado ou quão avançado ele está.

Qual tratamento Kate está fazendo?

De acordo com a princesa de Gales, a recomendação de sua equipe médica foi que ela fizesse quimioterapia preventiva. A quimioterapia preventiva é administrada "após uma cirurgia para prevenir a recorrência", explicou à AFP Shivan Sivakumar, professor associado de oncologia da Universidade de Birmingham. "Isso é feito para tentar destruir qualquer célula cancerígena circulante." Após uma cirurgia bem-sucedida, a quimioterapia é frequentemente usada para ajudar a matar quaisquer células cancerígenas perdidas e prevenir a recorrência do câncer. Os tratamentos evoluíram e, quando a quimioterapia é usada agora, às vezes é por períodos mais curtos ou em doses mais baixas do que antes. Quanto tempo durará o tratamento de Kate? Ela está na fase inicial da quimioterapia intensiva. O comunicado do palácio disse que a duração do tratamento caberá aos médicos. "A princesa está agora em processo de recuperação", disse o comunicado.

Quando ela voltará aos compromissos reais?

Um porta-voz do Palácio de Kensington anunciou na sexta-feira que Kathe irá retomar suas funções oficiais assim que receber alta de sua equipe médica. "Está de bom humor e trabalhando para se recuperar totalmente."

Como ela está?

Em vídeo, a princesa de Gales relatou que seu diagnóstico foi um "grande choque" e que "William e eu temos feito tudo o que podemos para processar e administrar isso de forma privada, para o bem de nossa jovem família". "Levei algum tempo para me recuperar de uma grande cirurgia para iniciar meu tratamento. Mas, o mais importante, levamos tempo para explicar tudo a George, Charlotte e Louis de uma forma que seja apropriada para eles e para tranquilizá-los de que vou ficar bem", disse ela na mensagem de vídeo. Ela disse que os últimos meses foram "incrivelmente difíceis" para ela e sua família, mas ela estava de bom humor e focada na recuperação. "Estou bem e ficando mais forte a cada dia, concentrando-me nas coisas que vão me ajudar a curar; em minha mente, corpo e espírito."

Por que há uma investigação no hospital onde ela foi operada?

O hospital London Clinic, onde a princesa foi internada em janeiro para realizar uma cirurgia abdominal, afirmou nesta semana que estava investigando denúncias sobre funcionários que teriam tentado acessar os registros médicos da princesa sem autorização. Pelo menos um membro da equipe da clínica foi flagrado tentando acessar os documentos, segundo o The Mirror. Uma investigação interna foi aberta pela violação de privacidade de paciente. A revelação do câncer de Kate veio acompanhada de um pedido de "algum tempo, espaço e privacidade", enquanto ela termina o tratamento, e foi em parte uma tentativa de reprimir o clamor de boatos e especulações que se acumularam desde que o palácio anunciou em janeiro a cirurgia abdominal.

Estadão Conteúdo e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário