AdsTerra

banner

terça-feira, 12 de março de 2024

Azeite de oliva gaúcho conquista prêmio Expoliva, considerado o mais antigo e tradicional

 Blend produzido em fazenda de Canguçu foi escolhido o melhor do Hemisfério Sul

Mais um azeite de oliva gaúcho ganha destaque internacional. O extravirgem Potenza Frutado, produzido pela Fazenda Serra dos Tapes, de Canguçu, foi reconhecido como o melhor azeite do Hemisfério Sul, no grupo Azeite Frutado Ligeiro, na 22ª edição do Prêmio Internacional Expoliva de Qualidade dos Melhores Azeites Extravirgens. A distinção foi criada pela Fundação Del Olivar para a Promoção e Desenvolvimento do Olival e do Azeite, sediada na cidade espanhola de Jáen, a capital mundial do azeite. O Prêmio Internacional Expoliva é o mais antigo do setor e destacado pelo rigor e exigência em todo o processo de coleta de amostras e avaliação dos candidatos.

Para garantir transparência e autenticidade na escolha dos ganhadores, a coleta de amostras de azeites é realizada sob supervisão de cartório. Ao chegar ao destino, é utilizada uma chave dupla, novamente autenticada, com o objetivo de certificar a integridade e confidencialidade dos resultados. Na edição 2023/2024, foram coletadas 137 amostras de azeites de diversos países, incluindo Espanha, Itália, França, Argentina, Uruguai e Brasil.

O blend frutado do azeite gaúcho foi elaborado pela sommelier de azeites e mestra de lagar Cláudia Santos. Com acidez máxima de 0,14%, o produto é preparado com as variedades de azeitonas arbequina, coratina e frantoio. “Nosso objetivo sempre foi oferecer aos consumidores um produto de alta qualidade e com ótimo custo-benefício, acelerando a iniciação dos consumidores no mundo dos azeites”, diz Cláudia. Segundo a sommelier, o diferencial do produto premiado está na variedade coratina. O lote de 2 mil litros do Potenza Frutado está à venda no e-commerce da Fazenda Serra dos Tapes em garrafas de 250ml (R$ 60) e 500 ml (R$ 100). A linha Potenza também conta com a versão Intenso, produzido com as variedades picual, koroneiki e frantoio e acidez máxima de 0,17%.

Construído em 2020, o Lagar da Fazenda Serra dos Tapes é um dos maiores do Brasil. Na primeira safra, em 2022, a fazenda produziu cerca de 10 mil litros de azeite, saltando para 41 mil litros no ano seguinte. Para 2024, a expectativa é uma safra menor em volume, considerando os problemas climáticos, mas com frutas de alta qualidade, garantindo um azeite com elevados padrões químicos e sensoriais. No último ano, o Potenza Frutado havia conquistado o Mario Solinas Quality Award como melhor azeite de oliva extravirgem do Hemisfério Sul. Foi a primeira vez que um produto brasileiro alcançou o título, considerado o mais importante da comunidade internacional do azeite de oliva extravirgem. A premiação foi criada pelo COI (Conselho Oleícola Internacional) em homenagem ao pesquisador italiano que desenvolveu os parâmetros de qualidade para avaliação e classificação do azeite de oliva usados mundialmente até hoje.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário