AdsTerra

banner

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2024

Após chuva derrubar temperaturas, estiagem voltará a preocupar os gaúchos

 Previsão é de pelo menos dez dias sem chuva na maioria das regiões Estado

Chuva reduz o calor em Porto Alegre 

O Rio Grande do Sul vivencia dias mais amenos com o fim da onda de calor que perdura desde o início do mês. A frente fria que trouxe a chuva, e até temporais isolados em algumas regiões do Estado, provocou a queda da temperatura. E apesar do alívio térmico, a estiagem voltará a preocupar os gaúchos nos próximos dias.

O sistema ingressou no RS na terça-feira, vindo do Uruguai, e fez as máximas despencarem por onde passou. Em Porto Alegre, após duas semanas de sensação térmica na casa dos 43, a temperatura máxima hoje foi de 27,6ºC – 12,9ºC a menos que no dia anterior. De acordo com a meteorologista Estael Sias, esta expressiva redução em um curto espaço de tempo ocorreu em várias cidades do Estado. Em Quaraí, a máxima despencou de 40,2ºC na segunda-feira para 27,1ºC hoje; em Campo Bom, a amplitude térmica foi maior: de 39,8ºC para 25,3ºC; em Uruguaiana, o tombo foi de 40,1ºC para 26,7ºC.

Foram 5,4 milímetros de chuva acumulada nesta terça-feira na Capital, segundo dados fornecidos pela Estação Jardim Botânico. Apesar de baixo, o volume, somado à precipitações em outros pontos da região metropolitana desde a segunda-feira, foi suficiente para devolver, ainda que momentaneamente, o nível normal ao Guaíba, que preocupa acerca do abastecimento de água para o restante do verão.

Embora breve, o retorno da chuva traz alívio também aos produtores rurais de regiões do Estado que sofreram com os impactos do clima quente e seco nas lavouras. A região Sul é uma delas, pois a agricultura local se prepara para colher a safra de verão.

Pelo RS

Em Uruguaiana, a chuva mansa de ao menos 10 mm e ventos de 70 km/h, sem repercussão, derrubaram as temperaturas na cidade. Os termômetros do setor de meteorologia do Aeroporto Internacional Rubem Berta, marcaram 38,9ºC às 15h20min de segunda (sensação térmica na área central da cidade atingiu 40ºC), recuando na sequência para 19,6ºC, às 9h10min, desta terça-feira.

A região Sul do Estado foi atingida por fortes rajadas de vento e descargas atmosféricas entre a noite da segunda-feira e a madrugada da terça-feira. Como consequência, houve interrupção no fornecimento de energia elétrica para aproximadamente 60 mil clientes de Pelotas, Rio Grande, Bagé, Santa Vitória do Palmar, Canguçu e Tapes.

Conforme a CEEE Equatorial, 26 mil clientes atendidos pela companhia na região permaneciam desabastecidos na tarde desta terça. A estimativa da companhia era normalizar os serviços a todos os clientes até a noite de hoje.

Previsão para os próximos dias

Conforme Estael, ainda há chance de chuva na divisa com Santa Catarina nesta quarta-feira. Amanhã, o sol volta em todas as regiões, e a sexta-feira pode apresentar instabilidade no Norte e no Leste. Para o fim de semana, a previsão é de sol no sábado em todas as regiões, com a chuva voltando no domingo em alguns pontos do Norte e Nordeste, entre a região do Planalto, Médio Uruguai, Serra, e Litoral.

A meteorologista da MetSul destaca que um novo período de estiagem se aproxima. “O tempo seco permanecerá por muitos dias na zona Sul, na Campanha e no Oeste, entre Uruguaiana, São Gabriel, Quaraí, Bagé, Jaguarão. Serão aproximadamente 10 dias com nada ou pouquíssima chuva na metade do Sul e no Oeste do estado. No Norte há a possibilidade de pancadas isoladas, típicas de verão”, completa.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário