sábado, 25 de junho de 2022

Júlio César Soares Espíndola - História virtual

 

Júlio César
Júlio César
Júlio César em 2011, pela Inter de Milão.
Informações pessoais
Nome completo Júlio César Soares de Espíndola
Data de nasc. 3 de setembro de 1979 (42 anos)
Local de nasc. Duque de Caxias (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,86 m[1]
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição goleiro
Clubes de juventude
1989–1991
1992–1996
Grajaú Country Club
Flamengo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1997–2005
2005
2005-2012
2012–2014
2014
2014–2017
2018
Flamengo
Chievo(emp.)
Internazionale
Queens Park Rangers
Toronto FC (emp.)
Benfica
Flamengo
284 (0)
300 (0)
0 (0)
27 (0)
7 (0)
83 (0)
3 (0)
Seleção nacional3
2002–2014 Brasil 87 (0)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 7 de março de 2017.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 12 de julho de 2014.

Júlio César Soares de Espindola, mais conhecido como Júlio César (Duque de Caxias, 3 de setembro de 1979), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como goleiro.

Em 2009, a IFFHS nomeou-o como o terceiro Melhor Goleiro do Mundo, atrás apenas de Iker Casillas e Gianluigi Buffon.[2]

Foi eleito o Melhor Goleiro de Clubes da UEFA na temporada 2009–10.

Ele também foi premiado como o Melhor Goleiro do Campeonato Italiano em 2009 e 2010.[3] Ele foi nomeado para o Ballon d'Or de 2009 e foi o 21º jogador mais bem colocado, sendo o 2° melhor goleiro da lista; Casillas, em 16° lugar, foi o goleiro mais bem colocado.[4] Em março de 2018, ele apareceu na 9ª posição dos melhores goleiros do século XXI, além de ser o único brasileiro, em uma lista elaborada pela revista inglesa FourFourTwo Júlio César e o nono maior de todos os tempos .[5]

Em junho de 2016, o jornal inglês "Daily Mail" elaborou um ranking com os jogadores mais vitoriosos em atividade naquele momento. Júlio César apareceu no topo da lista.[6]

Em 2020, em um ranking elaborado por especialistas dos jornais O Globo e Extra, figurou na 29ª posição entre os maiores ídolos de futebol da história do Clube de Regatas do Flamengo[7], sendo o único goleiro da lista.

Clubes

Infância e Juventude

Júlio César nasceu em Duque de Caxias (Rio de Janeiro) e viveu a infância na Penha (bairro do Rio de Janeiro), Zona da Leopoldina na Zona Norte (Rio de Janeiro) de Janeiro, Júlio jogava no asfalto, com meias no lugar de luvas. Aos 9 anos, Júlio César começou a jogar Futsal no Grajaú Country Club, equipe também da Zona Norte do Rio de Janeiro.

Flamengo

Aos 12 anos de idade, Júlio César chegou ao Flamengo para fazer um teste e foi aprovado. Aos 17 anos foi promovido pro time profissional e conquistou 4 Campeonatos Cariocas (1999, 2000, 2001 e 2004), 1 Copa dos Campeões Mundiais (1997), 1 Copas dos Campeões (2001)1 uma Copa Mercosul (1999).

Caiu nas graças da torcida logo na estreia, em 1997, num Fla x Flu, em que defendeu até pênalti[8]. De 1997 a 2000, foi reserva de Clemer. Em 2000, assumiu a titularidade da meta do Flamengo durante a Copa João Havelange, com um estilo firme de defender e boa devolução de bola.[9]

As boas atuações com a camisa do Flamengo renderam a primeira convocação para a Seleção Brasileira, em 2002. Suas defesas foram determinantes para que o Flamengo não fosse rebaixado em 2001, 2002 e 2004.[10]

Sua melhor partida com a camisa do clube foi o 2º jogo da final do Carioca de 2001[11]. Após o jogo, ainda no vestiário, o goleiro interrompeu uma entrevista ao vivo de Beto para fazer uma provocação a Eurico Miranda, que, segundo ele, já tinha reservado a festa para os vascaínos[12].

Em 2003, Júlio César se envolveu numa polêmica durante uma partida contra o Fluminense. Quando o Flamengo perdia por 4x0, Júlio César, após fazer uma defesa, soltou a bola no chão, saiu jogando e driblando vários jogadores adversários, até perder a bola para o zagueiro Zé Carlos e ser obrigado a parar a jogada fazendo uma falta, na ponta esquerda de ataque[12]. Esta atitude foi duramente criticada pelo então treinador da equipe, Evaristo de Macedo, que o chamou de burro.[13] Segundo o próprio jogador, ele fez aquilo porque estava desesperado e se sentindo impotente. "O Fluminense estava colocando a gente na roda e eu queria ajudar meus companheiros, que passavam por uma situação difícil. Extravasei porque estava triste e magoado, mas já me desculpei no sábado mesmo", declarou, à época, à Rádio Brasil.[14]

No começo de 2005, deixou o Flamengo com 284 jogos oficiais na bagagem, e transferiu-se para a Inter de Milão. Segundo dados de Paulo Vinicius Coelho, destas 284 partidas oficiais, foram 122 vitórias, 70 empates e 92 derrotas.[15]

Inter de Milão

Então, veio o reconhecimento internacional, que o levou a transferir-se para a Inter de Milão em 2005. O que parecia um passo a frente, virou decepção. Nos primeiros seis meses, Júlio foi emprestado ao pequeno Chievo Verona, mas não recebeu uma chance sequer de jogar pelo Chievo. Depois, Julio voltou para a Inter.

Em sua primeira temporada na Inter, Júlio César já era titular sob o técnico Roberto Mancini, tornando-se uma das principais peças da equipe Nerazzurri e deixando o Toldo, que também fora ídolo do time por muitos anos, no banco de reservas.

O auge

Em sua mais vitoriosa e principal temporada pela Inter, 2009–10, conquistou a tríplice coroa, com os títulos da Liga dos Campeões da UEFA, Copa Itália e Serie A. No dia 26 de agosto de 2010, foi eleito ainda o melhor goleiro da UEFA na temporada, recebendo o prêmio na cerimônia de sorteio dos grupos da Liga dos Campeões da temporada seguinte.[16]

Queens Park Rangers

Aos 32 anos, o goleiro acertou sua transferência para o Queens Park Rangers no dia 29 de agosto de 2012, assinando um contrato válido por quatro temporadas.[17][18][19] Fez sua estreia pelo QPR contra Chelsea 15 de setembro. Ele rapidamente se estabeleceu como o primeiro goleiro da equipe, deixando o companheiro recém-contratado do QPR, Robert Green no banco de reservas.

Depois de muitas boas atuações em jogos ao longo da temporada, o Queens Park Rangers foi rebaixado em 28 de abril de 2013, em um empate em 0–0 com o Reading. Júlio César ficou fora do primeiro jogo do time no que levou ao rebaixamento contra o Stoke City.

O treinador do QPR Harry Redknapp optou em dar a titularidade a Green[20] Após nove meses sem ser relacionado para um jogo pelo Queens Park Rangers, Júlio César foi relacionado como titular para o jogo contra o Everton, mas não evitou a goleada por 0–4 que eliminou o time na Copa da Inglaterra.[21][22]

Toronto FC

Em 14 fevereiro de 2014 o Toronto FC, clube canadense que disputa a MLS, anunciou sua contratação por empréstimo, cujos termos não foram divulgados. Utilizou o dorsal número 30.[23] Estreou pelo clube em cinco dias depois em um torneio de pré-temporada, o Walt Disney World Pro Soccer Classic, na partida em que o Toronto perdeu de 1-3 para o Columbus Crew, com Julio como titular o jogo inteiro.[24] Na MLS estreou em 16 de março na vitória por 2-1 sobre o Seattle Sounders.[25] Em 25 de julho o clube anunciou o fim do empréstimo.[26]

Benfica

Em 19 de agosto de 2014 foi contratado pelo Benfica por duas temporadas,[27] estreando em 21 de setembro contra o Moreirense pela Primeira Liga de 2014–15.[28] Titular na equipe, lesionou-se a partir de março de 2016 sendo substituído pelo também brasileiro Ederson. Em 29 de maio do mesmo ano renovou seu contrato até 2018.[29] Em tom emocionado, no dia 28 de novembro de 2017, Júlio anunciou perante os seus companheiros e colegas no balneário do Benfica que rescindiu o contrato que tinha com o clube das águias até junho de 2018. "O meu caminho termina aqui, mas o vosso continua..." .

Retorno ao Flamengo

Em 29 de janeiro de 2018, foi anunciado seu retorno ao Flamengo por três meses,[30] com um contrato simbólico, no valor de 15 mil reais e usará a camisa 12, anteriormente aposentada em homenagem à torcida. Depois de 13 anos voltou a vestir a camisa do Flamengo diante do Boavista pelo Campeonato Carioca, sendo titular e o capitão do time Rubro-Negro na vitória por 3 a 0.[31][32]

Aposentadoria

Sua despedida foi marcada para o jogo diante do América Mineiro pelo Campeonato Brasileiro no Maracanã com mais de 52 mil torcedores. Mesmo se despedindo do futebol, Júlio César foi responsável pelo triunfo rubro-negro diante do time mineiro por 2 a 0, com gols de Henrique Dourado . Ao longo da partida realizou cinco defesas difíceis que asseguraram a vitória.[33][34][35]

Ao longo da sua carreira iniciada em 1997, Júlio esteve em campo 791 vezes, nas quais 286 foram vestindo a camisa do Flamengo, sendo o terceiro goleiro que mais vestiu a camisa rubro-negra, ficando atrás apenas de Cantareli (557) e Zé Carlos (352).[36] Pela Seleção Brasileira foi o quinto goleiro que mais vestiu a amarelinha disputando três Copas do Mundo.

Seleção Brasileira

Categorias de base

Júlio César foi titular do Mundial Sub-17 de 1995, na qual a Seleção Brasileira foi vice-campeã. Quatro anos depois, esteve presente no Mundial Sub-20 de 1999, dessa vez, como suplente de Fábio.

Principal

4 meses antes da Copa do Mundo FIFA de 2002, Júlio César foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira, porém, acabou não indo à Copa, sendo preterido por Rogério Ceni.[37]

Copa das Confederações de 2003 e Copa América de 2004

1 ano após, em 3 de junho de 2003 foi convocado para a Copa das Confederações para ser reserva de Dida.[38]

Estreou como titular no ano seguinte, em 8 de julho de 2004, contra o Chile na Copa América.[39]

Copa do Mundo de 2006

Não disputou a Copa das Confederações FIFA de 2005, porém, 1 ano depois, foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 2006, atrás de Dida e Rogério Ceni, posteriormente.[40]

Era Dunga

Com as saídas de Dida, Ceni e Marcos da Seleção Brasileira, Júlio César passou a disputar com Gomes, Doni e Helton a titularidade da Seleção com Dunga. Júlio, até então a 4° escolha, não foi convocado para a Copa América de 2007. A partir daí, após a Copa América de 2007, Júlio se tornou titular com Dunga. Júlio foi titular durante as Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010, sendo convocado para a Copa das Confederações FIFA de 2009 e para a Copa do Mundo FIFA de 2010, onde foi titular em ambas. Nesta última, o Brasil foi eliminado perdendo por 1–2 para a Holanda e ele próprio reconheceu que cometeu uma falha no primeiro gol holandês.[41]

Era Mano Menezes e Copa América de 2011

Com a chegada de Mano Menezes, que optou por dar oportunidades a outros goleiros, Júlio acabou ficando de fora dos primeiros 6 meses após a Copa do Mundo FIFA de 2010. Mas, retornou nas primeiras convocações de 2011 e posteriormente, em 8 de junho do mesmo ano, foi convocado para a Copa América de 2011.[42]

Júlio César pela Seleção Brasileira em 2013, ao lado de Fred e Thiago Silva.

Retorno com Felipão

Júlio recebendo o prêmio de melhor goleiro da Copa das Confederações com seu filho Cauet.

Retornou a lista de convocados em janeiro de 2013, quando foi lembrado por Luiz Felipe Scolari para integrar o elenco que enfrentou a Inglaterra em 6 de fevereiro de 2013. Júlio declarou que, apesar da opção de Mano Menezes de não chamá-lo mais após a Copa América de 2011 e de jogar pelo pequeno Queens Park Rangers: "Nunca desisti[u] de jogar pelo Brasil."[43]

Copa das Confederações de 2013

Em 14 de maio de 2013, foi convocado para a Copa das Confederações no Brasil.[44] Em 26 de junho de 2013, na partida contra o Uruguai válida pela semifinal da Copa das Confederações, Júlio César defendeu o pênalti cobrado por Diego Forlán e ajudou o Brasil a se classificar para a final da competição (no final o Brasil venceu os uruguaios por 2–1). Na grande decisão da competição contra a Espanha, então bicampeã europeia e campeã mundial, Júlio César não sofreu gols e o Brasil venceu por 3–0, sagrando-se campeão da Copa das Confederações 2013.[45]

Júlio César em treino da Seleção na Copa do Mundo de 2014.

Copa do Mundo de 2014

Com o título da Copa das Confederações, Júlio César também foi convocado para a Copa do Mundo de 2014[46]. No entanto, sua convocação chegou a ser contestada porque na época o goleiro não atravessava um momento muito bom, além de estar jogando num clube sem expressão.[47] Na Copa, foi titular em todas as partidas da Seleção. Nas oitavas-de-finais da Copa do Mundo de 2014 contra o Chile, que terminou empatada no tempo normal, defendeu duas cobranças na disputa por pênaltis, e foi eleito o melhor jogador em campo.[48] Entretanto, na semifinal contra a Alemanha, sofreu sete gols no chamado Mineiraço e declarou: "Preferia 1 a 0 com um erro meu do que 7 a 1".[49]

Na disputa pelo terceiro lugar contra a Holanda sofreria mais três gols na derrota por 0–3 e o Brasil acabaria com a 4ª colocação no Mundial. Dessa forma triste, Júlio César encerrou sua história com a camisa da Seleção Brasileira.[50]

Vida Pessoal

Júlio César casou-se em 26 de abril de 2002 com a atriz Susana Werner com quem tem dois filhos: Cauet, nascido no dia 1 de outubro de 2002, e Giulia, nascida em 30 de julho de 2005.[51] É patrocinado pela Nike.[52] Em 2010, Júlio César se envolveu em um acidente de carro.[53]

Estatísticas

Clubes


Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Flamengo[c] 1997 0 0 1 0 0 0 1 0
1998 1 0 0 0 0 0 1 0
1999 0 0 0 0 0 0 0 0
2000 16 0 1 0 0 0 17 0
2001 26 0 6 0 0 0 32 0
2002 16 0 0 0 5 0 21 0
2003 37 1 9 0 0 0 46 0
2004 34 0 11 0 0 0 45 0
Total 130 1 28 0 5 0 163 0
Internazionale 2004–05 0 0 0 0 0 0 0 0
Chievo (emp.) 2004–05 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0
Internazionale 2005–06 29 0 4 0 7 0 40 0
2006–07 32 0 0 0 6 0 38 0
2007–08 35 0 1 0 8 0 44 0
2008–09 36 0 2 0 7 0 45 0
2009–10 38 0 3 0 13 0 54 0
2010–11 25 0 4 0 10 0 39 0
2011–12 33 0 1 0 6 0 40 0
Total 228 0 15 0 57 0 300 0
Queens Park Rangers 2012–13 24 0 2 0 0 0 26 0
Total 24 0 2 0 0 0 26 0
Toronto FC 2014 7 0 0 0 0 0 7 0
Total 7 0 0 0 0 0 7 0
Benfica 2014–15 23 0 4 0 3 0 30 0
2015–16 24 0 3 0 7 0 34 0
2016–17 5 0 1 0 0 0 6 0
Total 52 0 8 0 10 0 70 0

Média Gols Sofridos pelo Flamengo

Ano Jogos Gols Sofridos Média
1997 10 6 0,6
1998 5 6 1,2
2000 28 39 1,39
2001 69 81 1,17
2002 54 94 1,74
2003 59 91 1,54
2004 60 74 1,23
Total 285 391 1,37

Seleção

[54]

Ano
Jogos Gols
2004 9 0
2005 2 0
2006 0 0
2007 8 0
2008 10 0
2009 17 0
2010 7 0
2011 10 0
2012 1 0
2013 13 0
2014 10 0
Total 87 0

Títulos

Flamengo
Internazionale
Benfica
Seleção Brasileira

Prêmios Individuais

Notas


  1. Titulo retirado da Juventus devido a manipulação de resultados

Referências


  1. The world's best Goalkeeper 2009 IFFHS.de Página visitada em 10 de junho de 2010

Ligações externas

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Júlio César Soares Espíndola
  • «Jogador do Benfica Júlio César». S.L. Benfica. Consultado em 9 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 9 de janeiro de 2019

  • «The World's best Goalkeeper 2009». Consultado em 1 de Março de 2010

  • «Ex-Inter Star Zlatan Ibrahimovic Wins 2009 'Oscar Del Calcio'». Consultado em 19 de Janeiro de 2009

  • «Le classement último». Consultado em 1 de Dezembro de 2009. Arquivado do original em 15 de março de 2010

  • globoesporte.globo.com/ Revista inglesa inclui Julio César em top 10 de melhores goleiros do século XXI

  • globoesporte.globo.com/ Ranking de jornal inglês coloca goleiro Julio César como o maior vencedor do futebol

  • «Os 30 maiores ídolos da história do Flamengo; veja ranking». O Globo. 4 de maio de 2020. Consultado em 20 de novembro de 2021

  • folha.uol.com.br/ Flu passa pelo Fla e dispara na liderança no Rio

  • lance.com.br/ Julio Cesar, um dos ídolos recentes do gol rubro-negro

  • espn.com.br/ Mauro aprova retorno de Júlio Cesar e diz que Flamengo tem que agradecer ao goleiro por nunca ter sido rebaixado

  • torcedores.com/ DESTAQUE NO TRI DO FLAMENGO EM 2001, JULIO CÉSAR RESSURGE EM PORTUGAL

  • globoesporte.globo.com/ Ídolo decisivo e de personalidade forte: como Julio Cesar marcou o Flamengo

  • correiodobrasil.com.br/ Julio Cesar se desentende com Evaristo

  • esportes.terra.com.br/ Julio Cesar se desculpa por dribles e xingamento a Evaristo

  • pvc.blogosfera.uol.com.br/ Idolatria de Julio Cesar mostra que futebol não é feito só de números

  • «Julio Cesar é eleito o melhor goleiro da última temporada europeia». globoesporte.globo.com. 26 de agosto de 2010. Consultado em 9 de outubro de 2010

  • «EXCLUSIVE: Julio agrees deal» (em inglês). qpr.co.uk. 29 de agosto de 2012. Consultado em 30 de agosto de 2012

  • «Fim de era no Inter de Milão: após sete anos, Julio César jogará no QPR». globoesporte.globo.com. 29 de agosto de 2012. Consultado em 30 de agosto de 2012

  • «Julio Cesar assina por quatro anos com o QPR e deve estrear contra o Chelsea». esporte.uol.com.br. 29 de agosto de 2012. Consultado em 30 de agosto de 2012

  • «Redknapp may give gloves to Green as Cesar gets thumbs down after Villa debacle». Dailymail. 17 de março de 2013

  • «Após nove meses fora do time, Julio César será titular em jogo do QPR». Consultado em 3 de janeiro de 2014

  • «Julio César volta, comete pênalti e vê QPR ser goleado pelo Everton: 4 a 0». Consultado em 4 de janeiro de 2014

  • «Toronto Acquires Julio Cesar On Loan» (em inglês). Site oficial Toronto FC. 14 de fevereiro de 2014

  • Na terra do Mickey, Julio César sofre três e estreia com derrota no Toronto

  • «'P... da vida' com gol na estreia, Julio César conhece a Brazuca nos EUA». GloboEsporte.com. 16 de março de 2014. Consultado em 16 de março de 2014

  • «Julio Cesar Recalled From Loan» (em inglês). Sítio oficial Toronto FC. 25 de julho de 2014

  • «Julio Cesar assina contrato com o SL Benfica por 2 épocas». Sítio oficial SL Benfica. 19 de agosto de 2014

  • «Na estreia de Julio Cesar no gol, Benfica vence o Moreirense de virada com um a mais». ESPN. 21 de setembro de 2014

  • «Julio César renova contrato com o Benfica por dois anos». UOL. 29 de maio de 2016

  • «Flamengo anuncia acerto com goleiro Julio Cesar por três meses». Globoesporte.com. 29 de janeiro de 2018

  • «Com golaços de falta e reestreia de Julio Cesar, Fla vence o Boavista e segue líder». Globoesporte.com. 7 de março de 2018

  • «"Defesinha complicada" e "momento especial": Julio Cesar vibra com estreia». Globoesporte.com. 7 de março de 2018

  • «Emoção à prova: Julio Cesar passa carreira a limpo e revela "aposentadoria" após 7 a 1». Globoesporte.com. 20 de abril de 2018

  • «Julio Cesar para em grande estilo, e Fla bate América-MG com dois de Henrique Dourado». Globoesporte.com. 21 de abril de 2018

  • «Ovacionado, Julio Cesar encerra a carreira e agradece: "Turbilhão de emoções"». Globoesporte.com. 21 de abril de 2018

  • lance.com.br/ De volta ao Flamengo, Julio Cesar é o 3º goleiro com mais jogos na história do clube

  • Ribeirete, Mateus (9 de outubro de 2008). «Garotos prodígios: Júlio César». Calciopédia. Consultado em 17 de maio de 2020

  • «Parreira completa lista de jogadores para a Copa das Confederações». Imirante. Consultado em 17 de maio de 2020

  • «Entre glórias e lágrimas, Julio César completa 10 anos de Seleção». Globo Esporte. 8 de julho de 2014

  • «Brazil boast impressive Cup squad» (em inglês). 15 de maio de 2006

  • «Julio Cesar reconhece falha no primeiro gol holandês: 'Errei a bola'». Globo Esporte. 2 de julho de 2010

  • «Brazil squad for the Copa America Argentina July 2011». Pitaco do gringo's Brazilian football site (em inglês). 8 de junho de 2011. Consultado em 17 de maio de 2020

  • 'Nunca desisti de jogar pelo Brasil', diz goleiro Julio Cesar

  • «Confira a lista de convocados por Felipão para a Copa das Confederações». Consultado em 14 de Maio de 2013

  • «Julio César revela momento antes do pênalti: 'Você pensa um monte de coisas'». Terra Networks. 26 de junho de 2013. Consultado em 27 de junho de 2013

  • Felipão anuncia convocados da Seleção para a Copa do Mundo. Página visitada em 7 de maio de 2014.

  • «Ex-goleiros questionam convocação de Julio Cesar para a Copa: 'Felipão abraçou o risco', diz Leão»

  • «Julio Cesar pega dois pênaltis, Chile bate na trave, e Brasil vai às quartas». Consultado em 28 de junho de 2014

  • «Após fiasco, Julio César diz: "Preferia 1 a 0 com um erro meu do que 7 a 1"». Consultado em 8 de julho de 2014

  • Bhatt, Tarish (13 de julho de 2014). «FIFA World Cup 2014: Brazil Stopper Julio Cesar Admits His International Career Might be Over». International Business Times, India Edition (em english). Consultado em 17 de maio de 2020

  • «Julio Cesar cleared for Arsenal transfer after agent confirms QPR exit». Consultado em 2 de Maio de 2013

  • «Asics - Introduction - Latest Boots: Versions Available». Consultado em 26 de Junho de 2011

  • «Julio Cesar hurt in car crash» (em inglês). UEFA. 22 de fevereiro de 2010

  • «Player - Julio Cesar» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 30 de agosto de 2012

  • «Julio Cesar é o grande vencedor do 1º Prêmio Futebol no Mundo - ESPN.com.br». Consultado em 3 de julho de 2009[ligação inativa]

  •  

     

    Wikipédia

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário