sexta-feira, 10 de junho de 2022

Bolsonaro diz a Biden que Brasil sente soberania sobre Amazônia ameaçada

 Presidente garante que governo preserva mais de 85% da floresta e que faz o possível para atender à vontade do mundo



presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta quinta-feira ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que o Brasil sente a sua soberania sobre a Amazônia ameaçada. Ele garantiu ao estadunidense que o governo federal faz o possível para preservar a floresta e que não desrespeita a legislação ambiental do país. "Por vezes, nos sentimos ameaçados em nossa soberania daquela área. Mas o Brasil preserva muito bem seu território, tanto que dois terços do Brasil são preservados. Mais de 85% da Amazônia, também. A nossa legislação ambiental é bastante rígida e fazemos o possível para cumpri-la para o bem do nosso país", declarou Bolsonaro.

Biden e ele se encontraram pela primeira vez durante a Cúpula das Américas, em Los Angeles. O presidente brasileiro reconheceu que tem dificuldades na questão ambiental, mas afirmou: "Fazemos o possível para atender aos nossos interesses e também, por que não dizer, à vontade do mundo." De acordo com Bolsonaro, o país pode, em breve, ser um dos maiores exportadores de energia limpa, via hidrogênio verde.

O presidente do Brasil ressaltou também que a Amazônia tem riquezas incalculáveis em biodiversidade, minérios e água potável, além de ser uma fonte de oxigênio. Ele ainda destacou a importância da agricultura nacional ao afirmar que o país alimenta mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo.

"Somos um exemplo para o mundo na questão ambiental. Além da segurança alimentar e da energia limpa, bem como na questão ambiental, o Brasil é um gigante, e se apresenta para o mundo como a solução para muitos problemas. O mundo hoje, ouso dizer, depende, e muito, do Brasil para sua sobrevivência", destacou Bolsonaro.

Bolsonaro também disse que o Brasil está à disposição para auxiliar em ações que viabilizem o fim do conflito entre Rússia e Ucrânia. "Presidente Biden, torcemos e estamos à disposição para colaborar na construção de uma saída deste episódio que não queremos entre Ucrânia e Rússia. Nós deveremos, pretendemos, torcemos e oramos para que saiamos o mais rapidamente desta situação, para que não só o Brasil, mas o mundo, retorne a normalidade", afirmou Bolsonaro.

O presidente da República comentou que o Brasil "ainda é dependente de algumas coisas de outros países" e que sempre adotou uma "posição de equilíbrio". O brasileiro frisou: "Queremos a paz e tudo nós faremos para que a paz seja alcançada." "Lamentamos os conflitos, mas tenho um país para administrar e pela sua dependência temos que sempre ser cautelosos”, disse Bolsonaro.

R7 e Correio do Povo


Frente fria avança e pode trazer chuva ao RS nesta sexta


Bolsonaro diz em reunião com Biden que deixa governo de forma democrática se perder eleições

Trump é passado e relação com Biden é igual a casamento, diz Bolsonaro


Juíza decreta prisão temporária de suspeito pelo desaparecimento de jornalista inglês e indigenista


Eletrobras finaliza processo de capitalização e e preço da ação fica em R$ 42


Mais de 14 mil pedidos de poda de árvores estão na fila de espera em Porto Alegre


Melo confirma antecipação de 50% do 13º salário ao funcionalismo de Porto Alegre


Governo anuncia indicados para Conselho da Petrobras


Bolsonaro pede que empresários reduzam lucro sobre a cesta básica


Primeiro caso de varíola do macaco no Brasil é confirmado em SP


Ciro Gomes cumpre agenda em Caxias do Sul


South Summit Brazil é confirmado para março de 2023 em Porto Alegre


PSB gaúcho confirma retomada das negociações com PT, mas nega bloqueio do PDT


Nasa forma equipe científica para estudar OVNIs



Biden vê acordo sobre "questões substantivas" na cúpula das Américas após críticas de líderes


São Paulo e Coritiba empatam em 1 a 1 e ultrapassam Inter no Brasileirão


Espanha autoriza vacina contra varíola do macaco


Câmara aprova título de cidadão honorário brasileiro a Lewis Hamilton


PSDB oficializa apoio à pré-candidatura de Simone Tebet à presidência


Brenno tem lesão na panturrilha confirmada e desfalca Grêmio contra o Sport


Pedaço de bolo do casamento de rainha Elizabeth 2ª vai à leilão



Nenhum comentário:

Postar um comentário