sábado, 25 de junho de 2022

Biden afirma que Suprema Corte cometeu "erro trágico" ao anular direito ao aborto

 Presidente dos EUA pediu para continuar a luta de forma "pacífica" e para defender "nas urnas" o direito ao aborto



O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou nesta sexta-feira (24) que a decisão da Suprema Corte de anular o direito ao aborto foi um "erro trágico" e o resultado de uma "ideologia extremista". "A saúde e a vida das mulheres deste país estão agora em perigo", disse o democrata em um discurso solene após o anúncio da sentença histórica. Lamentou um "dia triste" para os Estados Unidos, que se transformam em uma "exceção" no mundo.

O presidente pediu para continuar a luta de forma "pacífica" e para defender "nas urnas" o direito ao aborto e todas as outras "liberdades pessoais", já que se aproximam as eleições legislativas de meio de mandato que se anunciam complicadas para os democratas.

AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário