domingo, 24 de abril de 2022

Porto Alegre não terá vacinação contra a covid neste domingo

 


Porto Alegre não terá serviço de vacinação contra a covid-19 neste domingo (24). A imunização será retomada nesta segunda-feira (25). Os locais serão divulgados neste domingo.

A Secretaria Municipal de Saúde da capital gaúcha aplicou 1.193 vacinas contra a gripe e covid-19 neste sábado (23), em quatro locais de atendimento.

A imunização para pessoas acima de 12 anos ocorreu no Shopping João Pessoa e na Unidade Móvel que esteve no Instituto Social do Cristal. Nestes locais, foram aplicadas 582 doses de vacinas contra a Covid e 340 doses contra a gripe em idosos e profissionais de saúde, totalizando 922 aplicações.

Já a vacinação infantil com primeira dose de Coronavac e de Pfizer para crianças de 5 a 11 anos ocorreu nas unidades de saúde Moab Caldas e Maria da Conceição. A vacinação para crianças também aconteceu na Unidade Móvel localizada no Instituto Social do Cristal. A segunda dose de Coronavac e de Pfizer foi oferecida a crianças vacinadas há 28 dias e oito semanas, respectivamente, nos mesmos locais. Foram aplicadas 271 doses no total, sendo 53 de primeira e 218 de segunda.

Exigências para vacinação

No caso dos adolescentes e adultos, em procedimentos de primeira dose (ou aplicação única, no caso da vacina da Janssen) deve ser apresentada identidade com CPF. Não é necessário o comprovante de residência, bastando uma autodeclaração simples com nome e endereço.

Para a gurizada de 5 a 11 anos, não é necessária prescrição médica, mas solicita-se o cartão de vacinação contra outras doenças. Além disso, a mãe, pai ou responsável deve acompanhar o procedimento. Caso não seja possível a presença de um adulto, é necessário apresentar autorização por escrito.

Na segunda injeção é obrigatório o cartão de controle fornecido pelo agente de saúde na primeira etapa. Pode se dirigir aos locais indicados quem recebeu Coronavac há pelo menos 28 dias. No caso dos imunizantes Oxford e Pfizer, o intervalo é de oito semanas entre as duas “picadas”.

Para o primeiro reforço, exige-se a mesma documentação da segunda dose, desde que o cartão de controle mostre que o esquema de imunização esteja completo há pelo menos quatro meses para quem recebeu Coronavac, Oxford e Pfizer ou dois meses para os contemplados com a Janssen (injeção única).

Já as pessoas com baixa imunidade devem comprovar a condição de saúde por meio de atestado ou receita médica, além do registro de segunda dose (ou única) há pelo menos 28 dias.

No caso do segundo reforço (disponível para imunossuprimidos, bem como para os idosos a partir dos 80 anos), também é necessário ter recebido a anterior em um prazo mínimo de quatro meses. O cartão vacinal é obrigatório em todos os procedimentos.

E para a imunização antigripal os idosos deverão apresentar documento que comprove idade a partir de 60 anos, ao passo que os trabalhadores da saúde têm que exibir contracheque ou outro documento demonstrativo do vínculo empregatício.

Sintomas respiratórios

Durante o final de semana, inclusive neste domingo, pessoas com sintomas respiratórios podem procurar um dos pronto-atendimentos ou a UPA Moacyr Scliar, com funcionamento nas 24 horas do dia.

Veja abaixo os locais de pronto-atendimentos 24 horas para pessoas com sintomas respiratórios:

– PA Cruzeiro do Sul – rua Professor Manoel Lobato, 151, Santa Tereza;

– PA Bom Jesus – rua Bom Jesus, 410, Bom Jesus;

– PA Lomba do Pinheiro – Estrada João de Oliveira Remião, 5120, parada 12, Lomba do Pinheiro;

– UPA Zona Norte Moacyr Scliar – rua Jerônimo Velmonovitz, esquina com avenida Assis Brasil.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário