quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Diego Souza marca de pênalti no final e Grêmio empata com o Santos na Arena

 Tricolor joga mal, tem dificuldades para criar, mas encontra gol aos 56 minutos do segundo tempo e reduz prejuízo para partida de volta na Libertadores



Sem inspiração, o Grêmio sofreu em boa parte dos 90 minutos, mas encontrou o gol, com Diego Souza, de pênalti, aos 56 da segunda etapa, e empatou com o Santos por 1 a 1, na Arena, nesta quarta-feira, pela partida de ida das quartas de final da Libertadores. Em noite ruim coletiva, o Tricolor foi dominado pelo Peixe dentro de casa, viu os visitantes desperdiçarem oportunidades, mas buscou a igualdade no final do confronto em penalidade – que só foi assinalada com o auxílio de VAR.

No jogo de volta, na próxima quarta-feira, às 19h15min, a equipe de Renato Portaluppi precisará vencer ou empatar a partir de 2 a 2 na Vila Belmiro. Uma nova igualdade em 1 a 1 leva para a disputa por pênaltis e o 0 a 0 classifica o Santos. 

Num jogo disputado, mas de baixa qualidade técnica, a equipe de Cuca controlou a bola e se aproveitou da pouca criatividade gremista, que sentiu a ausência do meia Jean Pyerre para armar lances ofensivos.

Aos 38 minutos da primeira etapa, Kaio Jorge se antecipou em erro de Vanderlei na saída do gol e colocou o Santos em vantagem. Aos 56 do segundo tempo, Ferreira cruzou, Vinicius cortou com o braço e o juiz, com auxílio do VAR, marcou a penalidade. Diego Souza bateu com perfeição e salvou a noite gremista. 

Grêmio sem criativade, Santos eficiente 

Encaixado na marcação santista e com dificuldades para criar, o Grêmio fez um primeiro tempo ruim na Arena. Sem velocidade pelo meio-campo, o time de Renato Portaluppi não levou nenhum perigo ao gol de John. Foram 45 minutos sem finalizações e de seis cartões amarelos. A opção para substituir Jean Pyerre, Pinares não conseguiu fazer o jogo do Tricolor andar. 

Pelo lado santista, sem brilho ou criatividade, o time visitante se aproveitou de falha de Vanderlei, aos 35 minutos, para inaugurar o placar na Arena. Após cruzamento de Pará, o arqueiro gremista saiu mal da meta, a bola sobrou com Felipe Jonatan, que desviou para o meio e Kaio Jorge completou.  

Depois do gol, logo na sequência, aos 39 minutos, graças ao VAR, o árbitro não comentou uma enorme lambança. Em dividida entre Pinares e Diego Pituca, o juiz deu cartão vermelho direto para o gremista. Alertado pela equipe do VAR, ele foi até o monitor, reviu o lance, cancelou o cartão e ainda amarelou o santista. 

Tricolor "escapa" no segundo tempo

Na volta do intervalo, Renato promoveu somente uma troca. Colocou David Braz no lugar de Walter Kannemann, que não atuava desde 3 de novembro como titular. No entanto, o Tricolor seguiu encaixotado pela marcação do Santos, que tentava aproveitar os espaços. Aos 3 minutos, Jobson livre na área, desperdiçou boa chance após cruzamento de Lucas Braga. 

Aos 20, Darlan e Ferreira entraram nos lugares de Maicon e Luiz Fernando, para dar mais vigor ao ataque gremista. Logo após, David Braz provocou difícil defesa de John em cobrança de falta de longe.

Com vantagem, o Santos se fechou na defesa para garantir o bom resultado na ida e aproveitava para explorar jogadas de velocidade. Aos 24, o Peixe respondeu em vacilo de Darlan. Kaio Jorge livre na área, de frente para Vanderlei, mandou para fora. Aos 45 minutos, Jean Mota desperdiçou uma grande chance para o Santos matar o jogo. Madson puxou em velocidade pela direita e fez o cruzamento. O meia – livre – errou fácil. 

Na sequência, Diego Pituca recebeu amarelo por falta em Matheus Henrique, que puxava um contra-ataque para o Tricolor. Por já ter sido amarelo, o volante, um dos destaques da partida, foi expulso e não estará presente no confronto de volta. 

Aos 50 minutos, com auxílio do VAR, o juiz marcou a penalidade após cruzamento de Ferreira, que desviou no braço de Vinicius. Depois de mais de cinco minutos de discussões e interrupção, o centroavante Diego Souza cobrou firme, igualou a partida e saiu na comemoração bradando “aqui, não” ao evitar a derrota gremista. 

Copa Libertadores - Jogo de ida das quartas de final

Grêmio 1

Vanderlei; Victor Ferraz (Churín), Geromel, Kannemann (David Braz) e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon (Darlan), Luiz Fernando (Ferreira), Piñares (Everton) e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi.

Santos 1

John; Pará (Jean Mota), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Alison), Diego Pituca e Sandry (Vinicius); Marinho (Bruninho), Kaio Jorge (Madson) e Lucas Braga. Técnico: Cuca.

Gols: Kaio Jorge (38min/1T°) Diego Souza (56min/2T°)
Cartões amarelos: Matheus Henrique, Diogo Barbosa e Maicon (Grêmio) Luan Peres,  Sandry e Jobson (Santos)
Cartões vermelhos: Diego Pituca
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) 
Data e hora: 08/12, às 19h15mi


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário