quarta-feira, 13 de julho de 2022

SOB O DOMÍNIO DO RISCO - Gilberto Simões Pires

 PROBABILIDADE DE OCORRÊNCIA

Conceitualmente, RISCO é algo que está sempre vivo e presente nas nossas vidas e/ou atividades. Como tal, para impedir e/ou contornar as dificuldades que se apresentam no nosso dia a dia, nas mais variadas tomadas de decisão, é preciso, constantemente, avaliar, qualificar e calcular a PROBABILIDADE DE OCORRÊNCIA das sempre possíveis dificuldades que podem contribuir para a obtenção de um eventual insucesso.


DEFAULT

No que diz respeito ao RISCO DE CRÉDITO de qualquer país, as instituições financeiras internacionais avaliam os possíveis credores tomando por base o CENÁRIO POLÍTICO, FISCAL, ECONÔMICO E FINANCEIRO, cuja janela tem como objetivo definir de alguma forma a eventual PROBABILIDADE DE OCORRÊNCIA de um -default- (descumprimento das obrigações legais e condições de um empréstimo).


REAVALIAÇÃO DO RISCO

Ora, considerando o tamanho do estrago econômico que resultou dos lamentáveis LOCKDOWNS, bastante agravado pelo conflito entre a Rússia e a Ucrânia, inúmeros países mundo afora estão sendo avaliados pelas INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INTERNACIONAIS. Não raro, o que se percebe é um AUMENTO GENERALIZADO do GRAU DE RISCO-PAÍS. Mais ainda os países cujos GASTOS PÚBLICOS vão muito além das RECEITAS, que se manifestam através de problemas FISCAIS pra lá de complicados. Pior ainda quando as DESPESAS são protegidas por leis -pétreas- como é o caso de GASTOS COM PESSOAL.


CDS

No caso do Brasil, o que vem dando as cartas para o aumento do RISCO-PAÍS, via CDS -Credit Default Swap-, é a desconfiança de que os GASTOS EMERGENCIAIS, como determina a PEC DOS BENEFÍCIOS, e principalmente o -RISCO-ELEIÇÃO-, podem agravar o lado FISCAL. Com isso, nas últimas semanas o RISCO-BRASIL aumentou significativamente.


KAMIKASE

O curioso nisso tudo é que vejo muita gente, notadamente os esquerdistas, dizendo que a PEC dos BENEFÍCIOS, cujo valor estimado de R$ 40 bi serve para atender uma boa parte da população que foi duramente atingida pela proibição de trabalhar e obter renda, já ganhou fama como PEC KAMICAZE. Ora, para quem é capaz de desenvolver um mínimo de raciocínio, KAMICAZE é conceder, como fez o Congresso Nacional, R$ 7 bilhões para o bolso dos ARTISTAS e outro tanto para formar o ESTÚPIDO FUNDO ELEITORAL. Detalhe importante: os valores pagos como BENEFÍCIO EMERGENCIAL voltam totalmente à economia em forma de consumo. Já os demais -BENEFÍCIOS- vão para as contas de gente selecionada. Pode?


PRIME NEWS



CORSAN - IPO CANCELADO



Em FATO RELEVANTE publicado na manhã de hoje, 13, o Governo do RS informa que DESISTIU da venda de suas ações na CORSAN. O IPO está cancelado.  A decisão teve a ver com as contestações do Tribunal de Contas do Estado sobre vários aspectos do projeto, entre eles o valor dessa venda. Assim, a privatização ou não da Companhia de Saneamento do Estado ficará a cargo do próximo governador. Pode? Pois é, meus caros leitores, este é o RIO GRANDE DO ATRASO DO SUL


Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário