domingo, 3 de julho de 2022

"Não há pressa", diz presidente português sobre almoço com Bolsonaro

 Marcelo Rebelo de Sousa chegou neste sábado ao Rio de Janeiro e se encontra com ex-presidentes



O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou que "aguarda" para saber se vai ou não almoçar com o presidente Jair Bolsonaro em encontro que estava marcado para ocorrer em Brasília na segunda-feira (4). No entanto, Marcelo declarou que "não há pressa" e que esse tipo de evento pode ocorrer até novembro.

Bolsonaro decidiu cancelar o almoço após saber que Marcelo vai se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no domingo. O chefe do Executivo de Portugal também se reunirá com o ex-presidente Michel Temer.

Em coletiva de imprensa neste sábado, Marcelo Rebelo afirmou que as relações entre Brasil e Portugal se concentram nos povos e que as "instituições mudam". "Tudo o resto muda, quer dizer, as instituições vão mudando, mudaram tanto em 200 anos", disse ele.

O político afirmou que o almoço pode ocorrer após as eleições deste ano. "Um almoço pode acontecer agora, pode acontecer em setembro, pode acontecer em outubro, pode acontecer em novembro", declarou.

"A minha experiência de muitos anos de vida e muitos anos de vida política é que o fundamental é olhar para os povos. Depois, as questões conjunturais, almoçar hoje, almoçar amanhã, almoçar depois de amanhã, há de haver um momento em que há um almoço por força das situações, por força das circunstâncias", completou.

O presidente português participa de um evento em comemoração à primeira travessia aérea do Atlântico Sul, feita há cem anos pelos pilotos Sacadura Cabral e Gago Coutinho, em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil, declarada em 7 de setembro de 1822.

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário