segunda-feira, 27 de junho de 2022

Governo gaúcho realiza a “semana do sistema prisional”, com inaugurações e obras

 


Por meio da Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo e da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários), o governo do Rio Grande do Sul realiza a “semana do sistema prisional”, com inaugurações e início de obras.

Nesta segunda-feira (27), no bairro Partenon, em Porto Alegre, ocorre a inauguração do Nugesp (Núcleo de Gestão Estratégica do Sistema Prisional), um centro de triagem de pessoas presas na Região Metropolitana para que sejam realizadas audiências de custódia e outros atos processuais, solucionando o problema de presos em viaturas.

Com espaço para 708 pessoas detidas e funcionamento 24 horas por dia, o Nugesp vai contemplar todos os procedimentos básicos, como identificação, documentação, registro policial, classificação, triagem e audiência de custódia, até o encaminhamento final compatível ao perfil do preso.

Nesta terça-feira (28), começam as obras de reforma da Cadeia Pública de Porto Alegre, antigo Presídio Central. Segundo o governo, “com investimento de R$ 116 milhões, as obras possibilitarão a readequação dos módulos de vivência e da infraestrutura da unidade prisional, qualificando 1.884 vagas a partir dos pilares de segurança e tratamento penal”.

No mesmo dia, em horário e local ainda a serem confirmados por questões de segurança, será realizada uma coletiva de imprensa para detalhar a operação de movimentação dos apenados da Cadeia Pública de Porto Alegre, realizada para viabilizar o início das obras.

Na quarta-feira (29), iniciará a construção da Penitenciária Estadual de Charqueadas 2, que possibilitará a abertura de 1.656 vagas. O investimento será de R$ 184 milhões. Na sexta-feira (1º), serão inauguradas as obras de ampliação da Penitenciária Estadual de Canoas 1.

De acordo com o Palácio Piratini, todas as obras contam com recursos do programa Avançar do governo do Estado.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário