segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Brasil registra em 24 horas o menor número de mortes por covid dos últimos dez meses

 


O Brasil registrou neste domingo (19) 239 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 590.786 desde o início da pandemia. É o menor número de mortes registradas em um dia desde 22 de novembro de 2020 (quando tivemos 181 vítimas). Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 558 – acima da marca de 500 pelo sexto dia seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -8% e aponta tendência de estabilidade pelo quinto dia, após 22 dias seguidos em queda. Sete estados não registraram mortes em 24 horas.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h deste domingo. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Foram registrados também 9.172 novos casos de covid-19 em todo território nacional, totalizando 21.236.761 pessoas que já se contaminaram com o vírus desde o começo da pandemia. A média móvel foi de 34.282 diagnósticos positivos, um aumento de 64% em comparação ao índice de duas semanas atrás. Os números refletem, porém, um represamento de dados do Rio de Janeiro que foi normalizado nos últimos dias e, portanto, influenciou nos comparativos de médias móveis.

A “média móvel de 7 dias” faz uma média entre o número do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda dos casos ou das mortes. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

Vacinação

Vinte e uma unidades federativas do Brasil atualizaram seus dados sobre vacinação contra a covid-19 neste domingo. Em todo o país, 141.623.847 pessoas foram parcialmente imunizadas com a primeira dose de uma das vacinas, o equivalente a 66,39% da população brasileira. Já 80.285.237 pessoas estão totalmente imunizadas (com as duas doses ou com a vacina de dose única), ou seja, 37, 64% da população nacional.

Doses da Pfizer

Chegaram na tarde deste domingo (19), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), mais 1,14 milhão de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer. Pela manhã, já havia chegado outro carregamento do mesmo tamanho, totalizando 2,28 milhões de doses.

Os imunizantes produzidos pelo laboratório norte-americano serão disponibilizados a todo o país.

Até o final de 2021, segundo a Pfizer, serão entregues 200 milhões de doses do imunizante por meio de dois contratos de fornecimento da vacina. O primeiro, fechado com o Ministério da Saúde em 19 de março, prevê a entrega de 100 milhões até o final de setembro. Já o segundo, assinado em 14 de maio, prevê mais 100 milhões de doses entre outubro e dezembro.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário