quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Bolsa Família começa a receber 8ª parcela do auxílio emergencial

  por Laísa Dall'Agnol

Beneficiários do programa federal podem sacar benefício a partir desta terça-feira (17)

Beneficiários do Bolsa Família começam a receber, nesta terça-feira (17), a oitava parcela do auxílio emergencial do governo federal. Este é o primeiro grupo que vai receber essa nova etapa de pagamentos.

 

Recebem, primeiro, os beneficiários com final de NIS número 1. O cronograma segue até o dia 30 de novembro, quando recebem os beneficiários com final NIS 0. O calendário é o mesmo do recebimento do benefício Bolsa Família.

O pagamento corresponde à terceira e, até agora, penúltima parcela de extensão, no valor de R$ 300 (ou de R$ 600, no caso de quem tem direito à cota dupla). Os cinco primeiros pagamentos foram de R$ 600 (ou R$ 1.200).

Calendário do Bolsa Família

Final NISDia do pagamento
117 de novembro
218 de novembro
319 de novembro
420 de novembro
523 de novembro
624 de novembro
725 de novembro
826 de novembro
927 de novembro
030 de novembroo todo, serão nove parcelas: cinco de R$ 600 (ou R$ 1.200) e quatro de R$ 300 (ou R$ 600).


De acordo com a Caixa, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no Bolsa Família foram consideradas elegíveis para a segunda parcela de extensão (sétima parcela, no total) e receberão, ao todo, R$ 4,2 bilhões durante o mês de novembro.

Para sacar o auxílio, os beneficiários do programa devem seguir o mesmo procedimento utilizado no saque normal do Bolsa Família: cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, ou por crédito na conta Caixa Fácil.

Para o pagamento da extensão do auxílio emergencial, os beneficiários do Bolsa Família tiveram avaliação de elegibilidade realizada pelo Ministério da Cidadania e recebem o valor do Bolsa Família complementado pela extensão do auxílio emergencial em até R$ 300 (ou em até R$ 600, no caso de mulher provedora de família monoparental).

Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600, o beneficiário receberá o valor do Bolsa Família, privilegiando o benefício de maior valor.

Contestação começa dia 22

Os beneficiários do Bolsa Família que tiveram o auxílio emergencial de R$ 300cortado poderão fazer a contestação da medida a partir do dia 22 de novembro. O prazo irá até 2 de dezembro.

A contestação valerá para os cidadãos que fazem parte do Bolsa Família, tiveram direito ao auxílio emergencial de R$ 600 e receberam ao menos uma parcela do auxílio extensão de R$ 300. O motivo do corte é que, mês a mês, é feito um pente-fino nos pagamentos.

?Como fazer a contestação

1 - Acesse o site https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#/

2 - Informe dados como CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento

3 - Depois de digitar os dados, clique no quadro abaixo, em "Não sou um robô", e em "Enviar"

4 - Será informado o motivo pelo qual as demais parcelas foram negadas

Fonte: Folha Online - 17/11/2020 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário