quarta-feira, 17 de junho de 2020

Acusada de racismo, Bombril pede desculpas e diz que não venderá mais esponja 'Krespinha'


Mídia de cabeçalho


Acusada de racismo, Bombril pede desculpas e diz que não venderá mais esponja 'Krespinha'
Após diversos influenciadores criticarem a marca pelo produto, vendido desde os anos 50, a Bombril emitiu uma nota com pedido de desculpas: 'Não há mais espaço para manifestações de preconceitos, sejam elas explícitas ou implícitas'. Um produto com o mesmo nome estampava, em 1952, uma criança negra em sua embalagem, associando a esponja de aço ao cabelo da menina.
Foto via @DELLAFANCY

Nenhum comentário:

Postar um comentário