quarta-feira, 18 de março de 2020

Inter cancela reunião que poderia expulsar Piffero do quadro social

Encontro da comissão de ética e disciplina foi cancelado para evitar aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus

Piffero e Pedro Affatato, vice-presidente de finanças na mesma gestão, foram expulsos do quadro social pela comissão de ética e disciplina em maio do ano passado.
Piffero e Pedro Affatato, vice-presidente de finanças na mesma gestão, foram expulsos do quadro social pela comissão de ética e disciplina em maio do ano passado. 
A pandemia do coronavírus, que assola o planeta e paralisou as atividades do futebol colorado nesta semana, também prejudicou outras atividades do clube. A reunião da comissão de ética e disciplina do Inter, que ocorreria na noite da última segunda-feira, também foi cancelada. Na pauta deste encontro, estava a análise do recurso apresentado pelo ex-presidente Vitorio Piffero para impedir a sua expulsão do quadro social.
Com isso, o ex-presidente segue no quadro social por pelo menos mais alguns meses. Não há data para a retomada das reuniões da comissão de ética e disciplina, mas a tendência é que elas não voltem a ocorrer antes de maio. 
Piffero e Pedro Affatato, vice-presidente de finanças na mesma gestão, foram expulsos do quadro social pela comissão de ética e disciplina em maio do ano passado. Porém, coube recurso, que tramitou desde então. Alexandre Limeira e Emídio Marques, que também integravam a diretoria naquela época, e também foram julgado e condenados pelo CD, deixaram o quadro social espontaneamente e evitaram a expulsão pela comissão de ética e disciplina. 
Antes da análise do caso pela comissão de ética e disciplina, Piffero, Affatato, Limeira e Emídio haviam sido julgados e condenados pelo Conselho Deliberativo por gestão temerária com base na Lei do Profut. Todos foram impedidos de exercer cargos ligados ao esporte por dez anos.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário