domingo, 12 de junho de 2022

Inter vence o Flamengo por 3 a 1 e sobe para o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro

 


Jogando na fria noite deste sábado (11) diante de 22,4 mil torcedores no estádio Beira-Rio, o Inter venceu o Flamengo por 3 a 1, em duelo válido pela décima-primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado levou o time gaúcho do quinto para o terceiro lugar na tabela (18 pontos), atrás de Palmeiras (19) e Corinthians (21). Também manteve uma invencibilidade que já dura dez partidas no torneio.

Os donos da casa saíram na frente com o atacante Wanderson aos 46 segundos de bola rolando. Aos 21 minutos, o mesmo atleta fez o segundo gol. Na etapa complementar, o meia Andreas Pereira descontou para os cariocas e o atacante Pedro Henrique fechou a conta aos 46 minutos, já nos descontos, em cobrança de pênalti.

A equipe comandada por Mano Menezes (em dia de 60º aniversário) depende de uma combinação de resultados neste domingo para se manter no G-4. Isso porque outros três clubes podem alcançá-la se vencerem seus duelos na rodada, incluindo Athletico-PR (16 pontos), Coritiba (15) e São Paulo (15).

O próximo compromisso do Inter está agendado para as 20h30min da próxima quarta-feira (15). Fora de casa, enfrentará o Goiás. Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o lateral Carlos de Pena e o meia-atacante Taison serão desfalques. Já o volante Edenilson deve retornar à escalação titular, após cumprir suspensão automática.

Ficha técnica

– Inter: Daniel, Bustos (Moledo), Vitão, Gabriel Mercado, Renê, Rodrigo Dourado (Johnny), Gabriel, Carlos de Pena, Alan Patrick (Taison), David (Pedro Henrique) e Wanderson (Alemão). Técnico: Mano Menezes.

– Flamengo: Diego Alves, Matheuzinho, Rodrigo Caio, David Luiz, Filipe Luis (Ayrton Lucas), Willian Arão (Pedro), Thiago Maia (Marinho), Andreas Pereira, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel “Gabigol”. Técnico: Dorival Júnior.

– Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, de Santa Catarina, auxiliado pelos conterrâneos Alex dos Santos e Thiago Labes. No VAR, Daiane Caroline Muniz dos Santos (São Paulo).

A partida

Ainda tinha gente chegando ao estádio quando a torcida explodiu em um grito de gol aos 44 segundos. Era o Inter abrindo o placar: retomada a posse de bola, o meia Alan Patrick foi acionado e lançou o lateral Bustos, que entrou na área pela direita e cruzou rasteiro, para Wanderson estufar a rede flamenguista.

Em vantagem logo cedo, o Colorado recuou, puxando o adversário para o campo de ataque. Mas a marcação dos anfitriões se saía melhor e o rubronegro encontrou dificuldade para quebrar a resistência defensiva do time gaúcho, que também explorava os contra-ataques.

O Inter chegou aos 2 a 0 após um passe errado de Everton Ribeiro na intermediária. Alan Patrick aproveitou e tocou para David, que puxou o ataque e acionou pela esquerda Wanderson, que mais uma vez se mostrou decisivo, invadindo a área, cortando para dentro e batendo no canto.

Após o intervalo, o Flamengo se reapresentou em melhores condições, reduzindo a diferença aos 12 minutos, quando Willian Arão desarmou Alan Patrick no campo de ataque e lançou pela esquerda Bruno Henrique, que cruzou na medida para Andreas Pereira bater de primeira a bola para dentro do gol.

“De volta” à partida, a equipe carioca pressionava sem conseguir transformar o esforço em empate. Enquanto isso, o Colorado teve uma chance de ampliar, mas desperdiçou: aos 33 minutos, Pedro Henrique venceu a zaga e cruzou para Taison dentro da pequena área, mas este chutou pegou muito forte, “isolando” a bola sobre goleira.

Já nos descontos, o juiz assinalou pênalti de Matheuzinho em cima de Pedro Henrique. Na cobrança, o mesmo atacante colorado cobrou com qualidade. Bola de um lado, goleiro no outro. O duelo terminou em seguida, com comemoração nas arquibancadas. Para os colorados que desafiaram o frio para apoiar o seu time, o esforço valeu a pena.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário