segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Porto Alegre ganha programação para os 250 anos de aniversário

 Aniversário da cidade acontece daqui a seis meses e terá eventos especiais



O selo comemorativo e o calendário de programação dos 250 anos de Porto Alegre foram revelados na manhã deste domingo, no Monumento ao Expedicionário, no Parque da Redenção, pela Prefeitura da Capital. O evento teve a presença do prefeito Sebastião Melo, da primeira-dama Valéria Leopoldino, do vice Ricardo Gomes e de sua esposa Paola Donida, do secretário extraordinário para os 250 anos, Rogério Beidacki, além de outros secretários, vereadores, autoridades e políticos. O aniversário da cidade acontece daqui a seis meses.

Ao subir no palco, Melo foi vaiado por representantes do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) que carregavam cartazes pedindo reajuste de 26,66%. “Bem-vindo, Simpa! O protesto faz parte da democracia e deve ser aplaudido”, tentou discursar o prefeito. Houve mais vaias e, em seguida, ele e os demais presentes precisaram descer do palco montado perto do Monumento ao Expedicionário. Houve tumulto devido à presença dos manifestantes na festa. Vereadores de oposição acompanharam o Simpa. Antes de tentar falar ao público, Melo afirmou que “queremos que os 250 anos do aniversário de Porto Alegre sejam de retomada da cultura, do Baile da Cidade e de outros eventos.”

A programação para o aniversário do próximo ano foi desenvolvida pela Secretaria Extraordinária para os 250 anos de Porto Alegre. Serão mais de 200 atrações que se estenderão até 31 de dezembro de 2022. O selo comemorativo foi criado pelo design da Prefeitura. Diversos materiais que serão distribuídos para entidades parceiras, comércio e população terão o selo oficial. A patrona dos Festejos Farroupilhas deste ano, Liliana Cardoso, estava emocionada. “É um momento emblemático, de história de pertencimento e de trazer o sorriso ao porto-alegrense. Nasci e me criei em Porto Alegre que me devolve em beleza, poesia, música e educação”, refletiu.

Houve diversas atrações durante o evento, como o “esquenta” da Escola Estado Maior Restinga. Depois aconteceu a exibição de roda de capoeira da Associação Projeto Surfar e, em seguida, foi a vez do Grupo de Dança do Instituto São Benedito. As apresentações continuaram para quem estava circulando pelo local e aproveitando o sol intenso. Além disso, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) promoveu ações educativas de trânsito no parque e distribuiu pequenas sacolas para os carros, enquanto o Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Sul (Sesc) disponibilizou brinquedos para as crianças presentes. “Procuramos fazer uma programação para todos os porto-alegrenses”, resumiu o secretário extraordinário para os 250 anos, Rogério Beidacki.

História - A data oficial de fundação de Porto Alegre é 26 de março de 1772, quando foi criada a Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais. No ano seguinte ficou conhecida como Nossa Senhora da Madre de Deus de Porto Alegre. A chegada de 60 casais portugueses açorianos em 1752, trazidos por meio do Tratado de Madri, marca o início do povoado. Os açorianos ficaram no então Porto de Viamão, primeira denominação de Porto Alegre.

Porto Alegre se tornou a capital da capitania em 24 de julho de 1773. E a partir de 1824, passou a receber imigrantes de todo o mundo, especialmente alemães, italianos, espanhóis, africanos, poloneses, judeus e libaneses. A Guerra dos Farrapos (1835-1845) teve início com um combate na própria Capital, na atual ponte da Azenha, no dia 20 de setembro de 1835. Também aconteceram outros momentos marcantes ao longo da história da cidade, como o episódio da Legalidade em 1961. A Cadeia da Legalidade foi instalada a partir do Palácio Piratini em Porto Alegre, para garantir a posse de João Goulart, o Jango, como presidente da República. A Rádio Guaíba, que foi requisitada na ocasião pelo governador Leonel Brizola, encampou a Rede da Legalidade, uma rede formada por 104 emissoras gaúchas, catarinenses e paranaenses. Atualmente, Porto Alegre soma quase 1,5 milhão de habitantes e apresenta características cosmopolitas e multiculturais.

Correio do Povo


Caxias do Sul quer criar o Parque Municipal de Proteção Animal



Atlético-GO e Cuiabá ficam no 0 a 0 no encerramento da rodada do Brasileirão



Ação relacionada ao Setembro Amarelo em Alvorada conscientiza sobre valorização da vida


Sport perde para o Fortaleza e segue afundado no Z4 do Brasileirão


Transmissão esportiva inclusiva marca Dia Nacional dos Surdos em Uruguaiana

Nenhum comentário:

Postar um comentário