domingo, 20 de dezembro de 2020

Em jogo emocionante, Botafogo vence Coritiba e deixa a lanterna do Brasileiro

 Cariocas levaram a melhor em confronto direto contra o rebaixamento



Não foi nada fácil, mas o Botafogo enfim reencontrou o caminho das vitórias na noite deste sábado ao ganhar do Coritiba, por 2 a 1, no Estádio Couto Pereira, em confronto direto contra o rebaixamento. A partida foi válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O pênalti desperdiçado por Sabino nos acréscimos fez o Botafogo encerrar um jejum de 12 jogos de vitórias, sendo sete derrotas seguidas. De quebra, o time deixou a lanterna e subiu para a 18ª colocação, passando o próprio Coritiba, que é o penúltimo colocado, com 21. São sete partidas sem vitória.

Diante da necessidade da vitória dos dois times, a partida começou agitada e a primeira chance foi do Coritiba em chute de Giovanni Augusto por cima. Depois do susto inicial, o Botafogo melhorou e passou a controlar as ações. Rafael Foster assustou em finalização de fora da área.

Aos 19 minutos, Pedro Raul se virou sozinho e chutou travado, mas exigiu boa defesa de Wilson, que mandou para escanteio. A resposta do Coritiba veio na sequência. Rhodolfo cabeceou rente à trave após escanteio cobrado por Giovanni Augusto e Neílton fez Diego Cavalieri trabalhar em chute forte.

No contra-ataque, Giovanni Augusto cruzou rasteiro para trás e Neílton bateu de primeira. Cavalieri defendeu com os pés, mas a bola voltou para o atacante colocar o Coritiba na frente aos 26 minutos. Em respeito ao ex-clube, o autor do gol não comemorou.

O Botafogo quase empatou na sequência. Caio Alexandre recebeu dentro da área e bateu rasteiro. A bola desviou em Rhodolfo e foi na rede pelo lado de fora. Aos 36, Pablo Thomaz recebeu nas costas da zaga alvinegra e só não ampliou para o Coritiba porque parou em Cavalieri.

Antes do intervalo, Honda cobrou falta direto e quase surpreendeu Wilson. O goleiro se recuperou no lance e espalmou para escanteio. No segundo tempo, o Botafogo voltou com uma postura mais ofensiva e foi criando chance atrás de chance.

Honda levou perigo em chute de fora da área, Wilson só olhou. De tanto pressionar, o alvinegro empatou aos 30 minutos. Cícero cruzou, Pedro Raul deu um leve desvio de cabeça e tirou do goleiro coxa-branca. Os donos da casa sentiram demais o gol.

Depois de Rhuan e Lecaros assustarem, o Botafogo virou seis minutos após o empate. Com a ajuda do VAR, o árbitro assinalou pênalti após a bola bater no braço de Matheus Sales dentro da área. Pedro Raul bateu forte e Wilson ainda tocou na bola, mas não o bastante.

De forma desesperada, o Coritiba se lançou todo para o ataque nos minutos finais. Aos 46, Kevin derrubou Robson dentro da área. O árbitro havia assinalado falta, mas deu pênalti após aviso do VAR. Na cobrança, Sabino mandou por cima do travessão, desperdiçando a chance do empate.

O Coritiba volta a campo no próximo sábado, contra o Atlético-MG, às 17 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte. No domingo, o Botafogo recebe o Corinthians, às 16 horas, no Engenhão, no Rio. Os jogos são válidos pela 27ª rodada.


Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário