segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Bolsonaro aceita bem dieta cremosa e apresenta melhora, diz boletim

Médicos reduziram alimentos por veia e expectativa é que presidente tenha alta em alguns dias

Bolsonaro apresenta melhora após cirurgia

Bolsonaro apresenta melhora após cirurgia | Foto: Reprodução / Twitter / Jair Bolsonaro / CP

PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsorano reagiu bem à dieta cremosa e continua apresentando melhora, de acordo com o boletim médico divulgado neste domingo (15). Bolsonaro continua internado no hospital Vila Nova Star, em São Paulo. De acordo com o boletim, os médicos iniciaram a redução da volume da alimentação parenteral (endovenosa).

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, informou que o presidente poderá receber alta assim que a parenteral for retirada, mas a data da alta ainda não foi divulgada. É provável que a saída do hospital ocorra dentro de alguns dias.

Rêgo Barros disse ainda que a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e o filho Carlos Bolsonaro passaram a noite no hospital com o presidente. O porta-voz também informou que Bolsonaro está com o "ânimo excelente".

Ele permanece sem dor, afebril e com melhora dos movimentos intestinais. A fisioterapia respiratória e motora foram mantidas e as visitas seguem restritas.

Segundo o porta-voz, o médico Antônio Macedo, cirurgião-chefe da equipe e responsável pela quarta cirurgia de Bolsonaro, que ocorreu no último domingo (8), adiantou que equipe médica talvez irá a Brasília para avaliar Bolsonaro antes da viagem para Nova York, onde o presidente participará da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Veja o boletim médico na íntegra:

"O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, continua apresentando melhora clínica progressiva. Permanece sem dor, afebril e com melhora dos movimentos intestinais. Mantida a dieta cremosa com boa aceitação e, hoje, daremos início a redução do volume da alimentação parenteral (endovenosa). Persiste com fisioterapia respiratória e motora, caminhando frequentemente pelo corredor. As visitas seguem restritas".


R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário