domingo, 6 de outubro de 2019

‘Nunca fui candidato e nem tive vontade’, diz Luciano Huck sobre Presidência

Huck falou no MaxiMídia 2019

Aponta ‘crise de roteiros’ no Brasil

Huck falou durante o evento de comunicação MaxiMídia 2019Denise Tadei/M&M

PODER360
01.out.2019 (terça-feira) - 23h11
atualizado: 05.out.2019 (sábado) - 19h35

O apresentador Luciano Huck voltou a ser questionado sobre os planos para uma eventual candidatura à Presidência da República, nesta 3ª feira (1º.out.2019). “Nunca fui candidato, nunca me coloquei como tal e nem tive vontade”, respondeu.

A declaração foi feita durante o evento de comunicação MaxiMídia 2019, com os jornalistas Fernando Rodrigues, do Poder360, Carlos Nascimento, do SBT, e Bárbara Sacchitiello e Jonas Furtado, do Meio & Mensagem.

Huck avaliou que o Brasil vive em “uma crise de roteiros” e apontou as questões que ele considera prioritárias para o futuro do país. “Educação deve ser prioridade 1, 2 e 3. E acredito muito na tecnologia governamental em busca da transparência, o que pode resultar em 1 salto qualitativo nos processos políticos brasileiros”, disse Huck.

O apresentador relacionou seu recente envolvimento mais a fundo com a política ao acidente aéreo que envolveu sua família, em 2015. “Eu tive a reflexão de ter 1 novo olhar sobre a vida e sobre a contribuição que eu tenho para dar. Eu nunca levantei a mão, nunca entrei nesse debate, nunca me coloquei no debate, mas essa onda chegou”, esclareceu o apresentador.

Luciano Huck disse que, por entender os movimentos cívicos, não quis se “acovardar” e, por isso, entrou para o meio político. “O Renova [grupo apoiado por Huck que tem o objetivo de promover renovações políticas] é uma dessas vertentes e reúne pessoas de vários tipos e ideologias e que quer contribuir para a construção desse Brasil”, continuou.


“Minhas viagens e a experiência nos mais variados cantos do Brasil serviram como 1 intensivo dos desafios que temos. Temas sobre os quais eu não tinha profundidade antes. Mas existe o mundo da política, que é muito diferente do meu e que se processa em 1 ritmo diferente”, afirmou.

Em relação à TV Globo e sua vida na política, Huck disse que a emissora nunca foi 1 impeditivo para nada que ele fizesse. “É uma empresa séria que, nesses 20 anos, sempre me deu liberdade de falar e fazer TV da maneira como acredito”, disse o apresentador.

Huck ainda comparou o país a uma produção audiovisual, e disse que não adianta “você ter as melhores câmeras, os melhores atores e atrizes se não tiver 1 bom roteiro. E ‘o Brasil vive uma crise de roteiros’”, concluiu.


Poder



Bolsonaro: “Estou quase me casando com o Rodrigo Maia”

Em sua entrevista ao Estadão, Jair Bolsonaro voltou a dizer que não “quer briga” com os poderes.“Brigar para quê?... [ leia mais]

Procuradores da Lava Jato não respeitaram legitimidade do Parlamento, diz Maia

Em sua entrevista ao UOL, Rodrigo Maia disse que Sergio Moro tem uma visão distorcida do Congresso.“Ele achou que podia marcar a data da... [ leia mais]

MP de SP investiga pagamento do PCC a advogados do PT

A polícia e o Ministério Público de São Paulo encontraram no celular de Décio Gouveia Luiz, comparsa de Marcola, mensagens que indicam... [ leia mais]


Moro: “Nem delegado, nem Ministério Público viram algo contra o presidente”

Segundo a Folha, um assessor do Ministro do Turismo, em depoimento à PF, implicou a campanha de Jair Bolsonaro em caixa dois.No Twitter, Sergio... [ leia mais]

Juiz empareda advogado que cita Lei de Abuso de Autoridade

O juiz Wellington da Silva Medeiros, do Tribunal do Júri de Águas Claras (DF), emparedou um advogado que pediu a revogação da prisão preventiva... [ leia mais]


“Moro está mais próximo da gente”, diz Maia

Rodrigo Maia disse neste domingo que o projeto de lei complementar incluído no pacote anticrime de Sergio Moro vai direto para o plenário da... [ leia mais]

Bolsonaro: “Deixa eu elogiar o Temer”

Em sua entrevista ao Estadão, Jair Bolsonaro reconheceu ajuda do governo Michel Temer no resultado positivo na geração de empregos.“Deixa eu... [ leia mais]

Jucá: “Bolsonaro aprovou a Previdência porque o MDB pautou”

Romero Jucá disse neste domingo ao site Metrópoles que a reforma da Previdência será aprovada no Congresso graças ao MDB e ao governo Michel... [ leia mais]

Maia se reúne com Bolsonaro

Rodrigo Maia reuniu-se na manhã deste domingo com Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada.A visita... [ leia mais]

O retiro de Fux

O STF pode retomar o debate sobre tese das alegações finais de réus apenas na semana do dia 14 ou na do dia 21 de outubro... [leia mais]

Nenhum comentário:

Postar um comentário