terça-feira, 11 de setembro de 2018

Candidato do PCO diz que atentado contra Bolsonaro é ‘compreensível’: “Não condenamos”

Renan Rosa, o desconhecido candidato do Partido da Causa Operária ao governo do Distrito Federal, em entrevista à TV Brasília, afirmou que foi “um erro da esquerda” ter se solidarizado com Jair Bolsonaro em razão do que ele chamou de “suposto atentado”.

“Quem semeia vento colhe tempestade. O Bolsonaro defendeu os ataques à caravana do Lula. Eu vou te falar: isso aí é um direito de revolta de qualquer pessoa.”

Ele continuou:

“Nós não condenamos uma pessoa que, desesperada, reage dessa maneira. Não condenamos. É compreensível.”

E mais:

“Quem cravou isso aí foi o Bolsonaro. Nós não temos nenhum tipo de solidariedade com essa direita aí. Eu não vou ter solidariedade nenhuma com uma pessoa dessa espécie.”


O Antagonista



A Semana em 5 Pontos: Bolsonaro no hospital, Toffoli no STF...

Confira os principais destaques desta semana:

1. A semana começa com Jair Bolsonaro internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Na última quinta-feira, o presidenciável sofreu um atentato a faca durante ato de campanha em Juiz de Fora. Ficaremos atentos ao estado de saúde do candidato do PSL.

2. Pesquisas previstas para serem divulgadas ao longo da semana podem medir o impacto do atentado sofrido por Bolsonaro na corrida presidencial. Além da pesquisa FSB/BTG, o Datafolha também deve divulgar novos números nesta segunda-feira. O Ibope e o Instituto Paraná farão o mesmo nos próximos dias.

3. Na terça-feira, termina o prazo para que o PT mude, oficialmente, seu candidato ao Planalto. A tendência é que o partido confirme o nome de Fernando Haddad, o poste do presidiário. Nesta segunda-feira, o ex-prefeito de São Paulo vai novamente à carceragem da PF de Curitiba.

4. Por falar no presidiário, a presidente do TSE, Rosa Weber, remeteu para o STF a decisão sobre a candidatura do petista. A ministra entende que o plenário do Supremo precisa esclarecer se o relatório fajuto da ONU tem mais valor do que as leis brasileiras. Vale lembrar que Dias Toffoli assumirá o comando do STF na quinta-feira e Cármen Lúcia passará a integrar a Segunda Turma da corte.

5. Antes disso, na sessão da Primeira Turma de terça-feira, os ministros poderão analisar uma ação penal contra Renan Calheiros em que o senador alagoano, candidato à reeleição, é acusado pela PGR de peculato por ter usado verba indenizatória para contratar serviços não prestados por uma locadora de veículos.

De resto, ficaremos atentos à manifestação prometida por caminhoneiros para quarta-feira, em frente à ANTT, em Brasília, em razão da polêmica tabela do frete.

E mais: a Polícia Federal deve, enfim, encaminhar ao STF a conclusão do inquérito dos portos, aquele em que Michel Temer é investigado.


Fundador da Pague Menos é preso

Francisco Deusmar Queirós, fundador da rede de farmácias Pague Menos, se entregou ontem à Polícia Federal em Fortaleza, após o STJ negar um HC preventivo apresentado por sua defesa... [leia mais]

Gleisi ataca comandante do Exército e STF

Depois de entrar em guerra com o comandante do Exército, o PT dispara contra o STF... [ leia mais]



Candidato do PT é preso após 'avançar contra guardas municipais' em Curitiba

Na noite de ontem, Renato Freitas, candidato a deputado estadual pelo PT do Paraná, gravou um vídeo -- explorado pelos blogs... [ leia mais]

Dilma pedala

O PT já repassou 2,7 milhões de reais à campanha de Dilma Rousseff, diz aCrusoé (leia aqui)... [ leia mais]



"Lula está abalado"

O PT não vai fazer um grande evento para anunciar a candidatura de Fernando Haddad... [ leia mais]

O ex-eleitor envergonhado

De Leonardo Barreto, da Factual Informação e Análise, a O Antagonista sobre a pesquisa divulgada nesta manhã pela FSB/BTG... [ leia mais]



Marina derrete

Segundo a pesquisa FSB/BTG, Marina Silva derreteu... [ leia mais]

Bolsonaro 30%

Na pesquisa FSB/BTG, a primeira realizada depois do atentado de Juiz de Fora, Jair Bolsonaro aparece com 30% dos votos... [ leia mais]

Nenhum comentário:

Postar um comentário