terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Conexão Varejo: Ferragem Lampião é exemplo de superação no varejo dade Porto Alegre | Clic Noticias



gr_bd13a7cace20d9de2b4620b2e047e0e6
O empresário Gilberto da Silva Jardim, sócio da Ferragem Lampião, relatou sua trajetória como lojista na editoria Bate-papo, da revista Conexão Varejo de fevereiro. Confira!
“Nenhuma história de sucesso é construída sem desafios pelo caminho, e foi exatamente assim que aconteceu comigo e meu irmão João Carlos, meu sócio na Ferragem Lampião. Nosso percurso começou há 32 anos, quando resolvemos empreender e alugamos uma loja na Av. Assis Brasil, onde abrimos o negócio. Conforme nossa relação com a vizinhança se consolidava, a empresa crescia. Com os anos, chegamos a quatro espaços comerciais, que se tornaram uma grande loja.
Antes da ferragem, meu irmão era arquiteto e trabalhava no setor bancário, e eu era contador e atuava no ramo de seguros. E essas experiências nos ensinaram a agir sempre corretamente e tomar todas as precauções possíveis, quase como um sinal do que viríamos a enfrentar.
No dia 4 de outubro de 2018, após um expediente normal, a Ferragem Lampião pegou fogo. Foi depois que fechamos a loja, quando um ventilador deu curto circuito, queimando e danificando quase 90% dos produtos. Apesar de termos seguros para tudo que havia na loja, o susto foi grande e as demonstrações de humanidade dos nossos funcionários, dos clientes e dos fornecedores nos deram forças para fazermos o que era preciso e seguir em frente.
No dia seguinte ao incêndio, levamos toda a equipe para o local que serviu como depósito por 17 anos, na rua de trás, e passamos a atender os clientes de lá. Sem querer, descobrimos um espaço aconchegante e que agradou mais o público, que retornou pelo simples motivo de ajudar a Ferragem Lampião a se reerguer. Hoje, nosso plano é continuar atendendo deste novo ponto de venda e seguir entendendo esse novo momento como uma oportunidade de reinventar a empresa para melhor.” _Gilberto da Silva Jardim, sócio na Ferragem Lampião
Leia essa e outras matérias da revista clicando aqui.
    Sindilojas de Porto Alegre

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário