terça-feira, 6 de novembro de 2018

Petrobras eleva preço do gás de cozinha residencial em 8,5%

Captura de Tela 2018-11-06 a?s 00.28.45.png

Reajuste, que vale a partir de terça (6), ocorre nas refinarias e não diretamente ao consumidor

A Petrobras anunciou, nesta segunda (5), um reajuste no preço do gás de cozinha comercializado em  botijões de 13 quilos, usados em residências.

O novo preço de R$ 25,07 representa um aumento de 8,5% em relação ao valor vigente desde julho.
Trata-se de uma média nacional, sem tributos, nas refinarias da companhia —ou seja, o aumento poderá ou não ser repassado ao consumidor pelas distribuidoras.

Na cidade de São Paulo, o botijão deve ficar de R$ 3 a R$ 3,5 mais caro, segundo o sindicato das revendedoras. O preço médio na cidade hoje é R$ 67,37, de acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo).

“A desvalorização do real ante o dólar e as elevações nas cotações internacionais do GLP [Gás Liquefeito de Petróleo] foram os principais fatores para a alta”, afirmou a estatal em comunicado à imprensa.

O novo valor passa a valer nesta terça-feira (6). O reajuste tem variações, a depender do polo de suprimento.

A alta oscila entre 8,2% e 9%, segundo nota do Sindigás (sindicato das distribuidoras).
O preço do botijão passou a sofrer reajustes trimestrais em janeiro deste ano. Desde então, o preço sofreu um aumento acumulado de 2,8%.

O reajuste não se aplica aos botijões industriais, cujo valor é 52,4% mais alto do que o gás vendido a residências. Desde 2012, a estatal adota políticas de preços diferentes para os dois destinos do gás, política que foi iniciada com o objetivo de garantir menores valores para consumidores residenciais.

Fonte: Folha Online - 05/11/2018 e SOS Consumidor


 Black Friday : prepare-se desde já
Black Friday : prepare-se desde já
Para quem tem interesse em aproveitar os descontos da Black Friday em 23 de novembro, é hora ...
Leia mais

Aérea deve indenizar passageiros por atraso de 26 horas em voo
Aérea deve indenizar passageiros por atraso de 26 horas em voo Atraso de cerca de 26 horas para chegar ao destino é uma situação ...
Leia mais

Empresa aérea chilena de baixo custo inaugura voo para o Brasil
Serão seis voos semanais durante toda a temporada de verão até março Rio - O Rio recebeu, hoje, o primeiro voo ...
Leia mais

Cásper Líbero cancela noticiários da TV Gazeta e demite 70
Fundação alega 'forte retração no mercado publicitário' e concentra cortes no jornalismo A Fundação Cásper ...
Leia mais

Coca-Cola unifica garrafas de todos os refrigerantes
Com isso, o consumidor poderá escolher a bebida toda vez que levar a embalagem vazia de volta para o ponto de venda. A Coca-Cola Brasil começou ...
Leia mais

Candidata aprovada em concurso público no Oeste será indenizada por erro em edital
A 1ª Câmara de Direito Público do TJ condenou município do oeste catarinense a indenizar por danos morais, no valor de R$ 10 ...
Leia mais

2 comentários:

  1. Mas a inflação está dentro da meta, abaixo dos 4% ao ano. Então tá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa que eu nunca consegui entender é o seguinte: quando sobe o preço do barril do petróleo, sobe os combustíveis por aqui. Quando baixa o preço do barril de petróleo lá fora, aqui não baixa. O pior é que eu nunca ouvi uma resposta convincente em relação a isso.

      Excluir