sábado, 19 de novembro de 2022

RS segue com tempo muito seco e terá sábado de calor extremo em alguns pontos

 Máximas podem chegar a 38ºC em localidades como Santa Rosa e Uruguaiana


Uma massa de ar muito seco permanece atuando no Rio Grande do Sul neste sábado e traz outro dia de tempo ensolarado no estado com amplos períodos de céu claro, embora se preveja a passagem de nuvens altas por várias regiões. O tempo aberto, mais uma vez, favorece resfriamento noturno e o dia começa bastante ameno.

Aquece muito rapidamente durante a manhã e já faz calor antes do meio-dia em grande número de municípios. A tarde será de calor em todo o estado e que deve ser muito intenso na Metade Oeste.

As mínimas rondam os 10ºC em São José dos Ausentes e os 15ºC em Caxias do Sul. As máximas, por sua vez, podem chegar a 36ºC em Alegrete e 38ºC em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 17ºC e 32ºC.

O índice de raios ultravioleta (IUV) atingiu níveis extremos no Sul do Brasil nesta sexta-feira. Dados do satélite meteorológico GOES-16 mostravam índices UV altíssimos na parte meridional do país, com os valores mais elevados sendo registrados no Sul e no Leste do Rio Grande do Sul, incluindo a área de Porto Alegre.

Conforme dados do satélite, quase todo o Sul do Brasil estava com IUV acima de 11, o que é um valor elevado, mas em parte do Rio Grande do Sul o índice atingia valores acima de 14, o que é uma marca extremamente alta na escala de referência de incidência da radiação ultravioleta.

Os altos índices UV se devem ao tempo muito aberto que se registra na Região Sul. Isso decorre de uma massa de ar extremamente seco que atua neste final da semana sobre a região com baixíssima umidade relativa do ar e grande amplitude térmica. Isto também influencia na diferença de temperatura entre a noite e o dia.

Com a atmosfera excepcionalmente seca, a umidade relativa do ar durante a tarde é bastante baixa, o céu fica claro ou quase sem nuvens, a temperatura cai acentuadamente durante a noite e se eleva muito rapidamente durante o dia em condição típica que se observa nas áreas de deserto.

A orientação é se evitar exposição ao sol entre 10h e 16h sem proteção. O Rio Grande do Sul é o estado brasileiro com as maiores taxas de câncer de pele, o que exige ainda mais cuidado em dias de altos índices de radiação solar.


MetSul e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário