sábado, 19 de novembro de 2022

Musk restabelece algumas contas no Twitter, mas ainda não decidiu sobre a de Trump

 Comediante Kathy Griffin e o psicólogo Jordan Peterson foram algumas das pessoas com contas reativadas nesta sexta-feira

Elon Musk, proprietário e chefe do Twitter há três semanas, anunciou, nesta sexta-feira (18), o restabelecimento de várias contas suspensas na plataforma, mas acrescentou que ainda não há uma decisão sobre o caso de Donald Trump.

Musk tuitou que as contas da comediante Kathy Griffin, do psicólogo Jordan Peterson e do site de paródias conservadoras Babylon Bee "foram restabelecidas", mas que "ainda não tomou uma decisão sobre Trump".

O bilionário foi expulso da plataforma pouco depois do ataque por seus partidários ao Capitólio, em 6 de janeiro de 2021, com o objetivo de impedir a certificação eleitoral de seu rival democrata, Joe Biden, como ganhador das eleições de 2020.

O anúncio de Musk foi feito momentos antes de o procurador-geral dos Estados Unidos, Merrick Garland, anunciar a designação de um procurador independente para liderar as investigações criminais sobre Trump, três dias depois de o ex-presidente anunciar uma nova candidatura à Casa Branca para 2024.

O psicólogo canadense Jordan Peterson foi suspenso do Twitter em junho, antes de Musk adquirir a rede social, depois de uma publicação sobre o ator transgênero Elliot Page que violou as regras do site sobre conduta odiosa.

Peterson havia feito comentários contra os direitos das pessoas transgênero e o Twitter lhe pediu que eliminasse a publicação sobre Page.

"A nova política do Twitter é a liberdade de expressão", tuitou Musk na sexta-feira, mas as mensagens "negativas de ódio" serão "desmonetizadas ao máximo", por isso "não haverá publicidade ou outros ganhos para o Twitter".

"Você não encontrará esse tweet a menos que busque especificamente, o que não é diferente do resto da internet", acrescentou.


AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário