segunda-feira, 21 de novembro de 2022

Economista Ilan Goldfajn é o novo presidente do BID

 Instituição será comandada pela primeira vez por um brasileiro

O ex-presidente do Banco Central brasileiro, Ilan Goldfajn, foi eleito neste domingo (20) o novo presidente do BID (Banco Interamericano do Desenvolvimento). O economista, que tinha o apoio do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), será o primeiro brasileiro a comandar a instituição, uma das mais importantes do mundo.

O cargo estava vago desde setembro com a demissão do norte-americano Mauricio Claver-Carone, após investigação interna concluir que o americano havia mantido relações íntimas com uma funcionária.

Antes de ter o apoio do ministro da Economia, Paulo Guedes, Goldfajn era diretor no FMI (Fundo Monetário Internacional). Ele é visto como um nome técnico, com capacidade para gerir os trabalhos no banco internacional e colaborar com os interesses brasileiros.

Em nota, o Ministério da Economia destacou que a vitória de Goldfajn é o "reconhecimento da plataforma apresentada pelo Brasil para o banco, que prioriza três eixos centrais: infraestrutura física e digital, com mobilização de recursos privados e criação de oportunidades para a integração regional; combate à pobreza, desigualdade e insegurança alimentar; e mudança do clima e biodiversidade".

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário