sexta-feira, 15 de julho de 2022

Torcedor do Brasil de Pelotas presta depoimento sobre caso de agressão

 Rai Duarte foi internado após confusão envolvendo policiais do 11° BPM depois do jogo contra o São José, pela Série C do Campeonato Brasileiro



O torcedor do Brasil de Pelotas, Rai Duarte, prestou depoimento nesta quinta-feira, para a Corregedoria da Brigada Militar. O objetivo é a tentativa de elucidação dos fatos que culminaram com a internação de Rai após uma confusão na partida entre São José e Brasil de Pelotas, na Série C do Campeonato Brasileiro.

Durante intervenção da Brigada Militar, policiais do 11° Batalhão entraram no ônibus e, após, o torcedor foi hospitalizado em estado grave. Ainda conforme a Brigada Militar, as informações dadas por Rai contribuirão para a construção das provas, com objetivo de individualizar as condutas para formação da ação penal. 

A investigação policial militar é acompanhada de perto pelo Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil e Defensoria Pública. Uma coletiva de imprensa para exposição e esclarecimento dos fatos deve ser marcada conforme a evolução das novas fases da investigação.  

Rai foi internado após episódio no início de maio, depois da partida entre São José e Brasil de Pelotas, pela Série C do Campeonato Brasileiro. A confusão começou na arquibancada sul do estádio Francisco Noveletto Netto, em Porto Alegre. Conforme relatos, torcedores do São José pegaram uma faixa do time adversário. Logo depois, houve troca de agressões ainda dentro do estádio.

Depois do jogo, PMs aparecem, em imagens compartilhadas em redes sociais, entrando e saindo dos ônibus de excursão do time do Pelotas. De um dos veículos, os PMs retiram Rai. No dia seguinte, pela manhã, os dois clubes divulgaram notas oficiais lamentando o ocorrido. Ambos repudiaram a violência das torcidas no estádio.   

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário