terça-feira, 12 de julho de 2022

“O Insano”

 (Atualizado e Republicado) 

Embora não dispondo de maiores conhecimentos de Psicologia, mas pelo estudo, pelas pesquisas e comparações sobre a atuação político-administrativa de vários personagens da História, ciência que estou mais afeito, desde a remota Antiguidade até os nossos dias, me arrisco a traçar um diagnóstico sobre o perfil do ex-presidente Lula. Assim sendo, após observar comportamentos e características de suas ações, palavras, atitudes execráveis, incoerentes e ignóbeis.

Portanto, identifico nele alguns tipos de transtornos sérios e crescentes de personalidade, distúrbios psiquiátricos permanentes que demandam tratamento urgente. Primeiramente a paranoia, marcada pelo padrão de desconfiança em todos que contestam suas ações, sejam eles jornalistas, políticos ou economistas, que o faz ampliar sua propensão de acreditar em teoria da conspiração contra si próprio.

Por outro lado, há no ex-presidiário o transtorno de personalidade do tipo narcisista (“não há neste país ninguém mais honesto do que eu”) o que implicam em arrogância, megalomania e necessidade patológica de ser admirado. Identifico ainda o transtorno de personalidade antissocial, frequentemente chamado de sociopata, por ter ampla dificuldade de demonstrar empatia e respeitar leis, direitos e opiniões alheias.

Por último ainda reconheço como mitômano, isto é, quer ser estimado e acolhido a qualquer preço, tanto na vida social como na política, para tanto não consegue abandonar o hábito de mentir, pois essa rotina torna-se parte integrante do seu modo de se relacionar. Se não mentir mais, sente fortes sensações de fracasso e desmoralização.

Todos estes traços me leva a crer que o seu perfil psicológico, guardadas a devidas proporções, assemelha-se a vários outros líderes criminosos, tais como Hitler, Stálin, Pinochet no Chile, Maduro e Chaves na Venezuela, Fidel Castro em Cuba, Kadafi na Síria,  Pol Pot no Camboja e tantos outros. Consequentemente sua eventual volta ao poder é um perigo iminente para os destinos de nossa pátria.

Plínio P. Carvalho


Fonte: https://www.facebook.com/pliniopereiracarvalho/posts/pfbid02mVPqoHWa5J1yep5iHmc2kE761xH94tPPz6jkNdKNxuy1J4Qc7b8a6TcKXhWbDSbml?notif_id=1657647179395394&notif_t=close_friend_activity&ref=notif

Nenhum comentário:

Postar um comentário