sábado, 2 de julho de 2022

Famosa por foto icônica, "garota napalm" encerra tratamento para queimaduras 50 anos após ataque

 Kim Phuc ficou conhecida em fotografia na qual corre em chamas após bombardeio dos Estados Unidos no Vietnã



A vietnamita Kim Phuc, de 59 anos, atingida por chamas após um ataque com napalm promovido pelos Estados Unidos no Vietnã, 50 anos atrás, finalizou seu tratamento para cuidar das queimaduras causadas no incidente. Ela ficou conhecida na época pela foto famosa de Nick Ut, que registrou o momento em que ela corria nua em chamas.

Phuc teve 65% do corpo afetado pelo fogo que causou enormes cicatrizes, forçando a vietnamita a cinco décadas de vida para se livrar destas marcas. “Eu ouvi o barulho e de repente tinha fogo para todos os lados ao meu redor, e então vi fogo por todo meu braço”, conta Phuc, segundo a NBC Miami.

Ut, após tirar a foto, correu para salvar a menina. O fotógrafo levou Phuc para um hospital próximo, que recusou tratar a jovem, sugerindo o encaminhamento para uma unidade a duas horas de distância. O repórter, porém, se negou a aceitar a indicação do hospital e usou suas credenciais de imprensa para ameaçar os funcionários do local e os obrigarem a cuidar de Phuc.

“Fiquei irritado, peguei meu passe de imprensa, e disse: ‘Sou da mídia. Se ela morrer, minha foto vai para a página da frente de jornais de todo mundo amanhã’. Eles se preocuparam com o que eu disse e levaram ela imediatamente para dentro”, diz Ut.

A foto, posteriormente, ganharia o Prêmio Pulitzer por mostrar os terrores que a guerra pode causar à população civil de um país. Segundo Jill Waibel, médico que tratou algumas das cicatrizes de Phuc, grande parte das pessoas com lesões graves como a dela não costumavam sobreviver. As marcas daquele dia, inclusive, continuaram causando anos de dor à vietnamita. Com tratamentos feitos com laser, Phuc, que atualmente mora em Toronto, no Canadá, pode deixar para trás as cicatrizes físicas de um dos momentos mais marcantes da guerra do Vietnã.

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário