domingo, 3 de julho de 2022

EUA anunciam envio de mais mísseis e munições para Ucrânia

 Nova entrega de armamentos para ucranianos enfrentarem russos está avaliado em 820 milhões de dólares (cerca de R$ 4,3 bilhões)



O Pentágono anunciou nesta sexta-feira um novo envio de armas e munições à Ucrânia no valor de 820 milhões de dólares (R$ 4,3 bilhões) para ajudar o país em guerra a combater o exército russo no sul e no leste. O 14º pacote de ajuda militar inclui dois sistemas de defesa antiaéreos, mísseis para os lança-foguetes Himars fornecidos pelos Estados Unidos em junho e até 150 mil projéteis de 155 milímetros.

Os sistemas de defesa antiaéreos, conhecidos como Nasams, conseguem disparar mísseis superfície-ar de curto e médio alcance. São fabricados pela americana Raytheon e o grupo norueguês Kongsberg. Esses dispositivos teleguiados ajudarão as forças ucranianas a se defender dos aviões e drones russos, além dos mísseis de cruzeiro. “Os Estados Unidos continuam trabalhando com seus aliados e parceiros para fornecer à Ucrânia os equipamentos necessários para enfrentar um campo de batalha em evolução”, afirmou Todd Breasseale, porta-voz do Departamento de Defesa americano, em um comunicado.

O Pentágono “reconhece a cooperação da Noruega para permitir a entrega histórica por parte dos Estados Unidos de sistemas de defesa aérea modernos que ajudarão a Ucrânia a se defender dos brutais ataques aéreos da Rússia”. Esse novo pacote eleva a 6,9 bilhões de dólares (mais de R$ 36,7 bilhões) o montante total da ajuda de segurança dos Estados Unidos à Ucrânia desde o início da invasão pela Rússia em 24 de fevereiro.

R7 e Correio do Povo


Fluminense aproveita Corinthians desfalcado e goleia por 4 a 0

Nenhum comentário:

Postar um comentário