terça-feira, 5 de julho de 2022

Escolas municipais enfrentam dificuldades no acesso à Internet no Brasil

 Dados foram expostos na Câmara dos Deputados nesta segunda-feira



Apenas 36% das escolas da rede municipal brasileira têm Internet banda larga para ações de aprendizagem. Esse e outros dados foram expostos e discutidos em reunião da Câmara dos Deputados nesta segunda-feira. O secretário de Controle Externo da Educação, Cultura e do Desporto do Tribunal de Contas da União (TCU), Alipio Dias dos Santos Neto, destacou o tema, que, entre outras questões, mostra que 66% têm Internet para o setor administrativo, conforme dados de 2020.

Um dos grandes desafios percebidos é o acesso à tecnologia na região Norte; e em escolas rurais, que representam cerca de 30% do total de 178,4 mil escolas de Educação Básica no Brasil. Foi constatado que a infraestrutura é o grande carro-chefe das entregas do programa Política de Inovação Educação Conectada, do Ministério da Educação, mas é necessário que as outras dimensões sejam desenvolvidas. Além disso, a falta de planos e outros instrumentos de planejamento para incorporar a tecnologia ao ensino e a dificuldade de coordenação entre os diferentes entes de governo para integrar as ações da União, de estados e de municípios, prejudicam, ainda mais, a situação.

Wilson Diniz, representante do Ministério das Comunicações, salientou que em torno de 12 mil escolas em regiões de difícil acesso são atendidas por satélite geoestacionário, em parceria com a Telebras. E informou que o projeto Wi-Fi Brasil já conectou outras 2.585 instituições de ensino no país.

Correio do Povo


Grêmio terá os retornos de Villasanti e Gabriel Teixeira para o jogo contra o Náutico

Nenhum comentário:

Postar um comentário