terça-feira, 12 de julho de 2022

Com a redução do preço da gasolina, etanol perde competitividade no País

 


Após a redução do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para os combustíveis, determinada por uma lei federal, o etanol perdeu a competitividade em relação à gasolina no País.

Agora, apenas São Paulo e Mato Grosso têm o combustível a preços que valem a pena para o consumidor frente aos valores da gasolina. No Brasil, o preço médio do etanol está em R$ 4,52, segundo o último levantamento da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Conforme o último boletim de preços da ANP, em São Paulo, o preço médio do etanol é de R$ 4,21, enquanto a gasolina tem um custo médio de R$ 6,10. Já no Mato Grosso, o etanol tem valor médio de R$ 4,03, e a gasolina, de R$ 6,42.

Antes, Goiás e Minas Gerais também tinham preços mais vantajosos para o etanol na comparação com a gasolina. No Estado do Centro-Oeste, o valor médio do álcool caiu de R$ 4,62 para R$ 4,26, uma redução de R$ 0,36. Entretanto, o recuo no preço da gasolina foi de R$ 1,02, passando de R$ 7,08 para R$ 6,06.

Em Minas Gerais, o etanol passou de R$ 4,85 para R$ 4,68, uma queda de R$ 0,17. Já a gasolina foi de R$ 7,39 para R$ 6,57, registrando uma baixa de R$ 0,82 no preço por litro.

O Rio de Janeiro é o Estado com a maior queda no preço da gasolina no País, com uma redução de R$ 0,45 no valor médio, para R$ 5,36 o litro.

Vale destacar que a gasolina tem a capacidade de fazer o veículo rodar mais quilômetros por litro do que com o etanol. Para verificar o combustível com melhor custo-benefício, o consumidor deve dividir o valor do etanol pelo preço da gasolina. Se o resultado for abaixo de 0,7, a melhor opção é o etanol.

Com a lei que limita a cobrança do ICMS sobre combustíveis, a gasolina sofreu uma queda de 8,9% no preço médio no Brasil.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário